Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Kiko Cabral/TV GloboHoje é o último dia do mês, por isso fica aqui uma especial com algumas fotos e um vídeo que eu fiz da Donatela e do Zé Bob!

"Meus olhos cansados do mundo não se cansam de contemplar tua face, teu riso moreno, teus olhos do verde mar"
Espelho das Águas (Tom Jobim)

Um homem moreno de olhos verdes. Precisa dizer mais? Mas tem muito mais. Cabelos em desalinho, uma charmosa barba por fazer e físico impecável conquistado em corridas quase diárias pela orla das praias cariocas. Bastaram apenas poucas semanas no ar, na pele do destemido e apaixonado jornalista Zé Bob, de A Favorita, para Carmo Dalla Vecchia, 38 anos, entrar para o seleto time de galãs da Rede Globo. Mas ele faz que nem liga. Sem dó nem piedade dos corações femininos, ele causa alvoroço na praia do Leblon por onde costuma desfilar alheio aos olhares que o acompanham.

Isto É Gente

 



publicado por Tititi às 18:01 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Grazi Massafera foi a grande estrela da festa da novela "Negócio da China", na noite deste domingo, 28, em São Paulo. Fazendo sua terceira novela, agora como protagonista, ela diz que ainda "está aprendendo".

"Fui chamada no susto para fazer a novela e agora quero ficar bem focada", disse a actriz.
Outros actores, como o experiente Francisco Cuoco, disseram que Grazi tem tudo para fazer sucesso. "É um grande desafio para ela, mas acredito que ela será bem sucedida", disse o actor.

Fábio Assunção, par de Grazi, é da mesma opinião. "Está sendo óptimo trabalhar com ela, que tem uma energia muito boa".

Pesadelos

Acompanhada do namorado, o actor Cauã Reymond, Grazi disse que continua tendo pesadelos com a novela - na semana passada ela disse à revista "IstoÉ Gente" que vinha sonhando com a personagem - e que vai tentar relaxar para "não ficar louca".
Logo na chegada, Grazi foi arrastada por um batalhão de fotógrafos para perto do palco enquando do outro lado, Cauã perguntava "Cadê minha mulher?". Sobre o namorado, ela contou que o lema do casal é o companheirismo, e que Cauã fez questão de vir com ela à festa.

A actriz não exibia o anel dado de presente pelo actor. "Tirei para gravar mas está na bolsa. Olha o que vocês vão escrever senão ele vai ficar uma fera", brincou ela com os jornalistas.
Na novela ela viverá Lígia, e será disputada pelos atores Fábio Assunção e Ricardo Pereira. A actriz, que será mãe na trama, não esconde o desejo de ter filhos na vida real, mas diz que ainda está cedo.
Perguntada se Cauã terá motivos para ter ciúme de Fábio ou Ricardo, Grazi, que recentemente declarou morrer de ciúmes das cenas do namorado com a actriz Mariana Ximenes, em "A favotira", disse que ele é mais tranquilo.
"Ciúme faz parte, não adianta dizer que não tem. Agora, a diferença é onde cada um guarda o seu. O meu eu desligo com o controle remoto", disse ela, rindo.

Deco Rodrigues/Globo.com



publicado por Tititi às 19:36 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 28 de Setembro de 2008

Ag NewsPor maior esforço que faça, Claudia Raia reconhece que é difícil retirar do imaginário do público sua imagem de mulher chique e elegante. No horário nobre como a mocinha Donatela, de A Favorita, a atriz, aos 41 anos, abriu mão de sua vaidade, tirou a maquiagem do rosto, cortou os cabelos e aparece diariamente na tevê desprovida de qualquer sensualidade.

Como a própria Claudia define: "Donatela é grande, bonita, mas é bruta, anda com as pernas abertas, com a bunda para dentro e seu corpo fica estranho, com uma aparência gorda".

"Realmente é muito difícil me permitir a isso, mas quando eu faço uma personagem bonita, vou lutar para ela ficar o mais bonita possível. E quando é o contrário, luto da mesma forma, embora as pessoas pensem que eu sempre estou lutando pela beleza, pelo glamour. Para mim, o mais importante é o personagem e não eu aparecer bonita na TV", garante a atriz, relembrando a época em que interpretou a presidiária Tonhão, no humorístico TV Pirata (1988).

"Quem assiste ao DVD pode comprovar o que já fiz com o meu corpo, meu rosto... Agora, acredito que, com a Donatela, em termos de plástica, não preciso provar mais nada", completa Claudia.

Cenas duras

No entanto, se o assunto é dramaturgia, a segurança já não é a mesma: "não acho que eu faça nada bem. Em nenhum trabalho achei que faria com o pé nas costas. Às vezes, tenho mais segurança numas coisas, mas nessa novela nunca sei o resultado que ela vai ter", explica, enumerando as diversas cenas em que achou, de verdade, que não fosse dar conta do recado.

"O primeiro embate com a Patrícia, no primeiro capítulo, foi uma cena muito difícil. Aliás, todos os encontros com ela são duríssimos de fazer", conta Claudia, reconhecendo que hoje em dia esses duelos não são mais tão complicados assim, mas também não chega a ser moleza.

"Mole nunca é. É uma loucura, não tem essa palavra nessa novela. É sempre duro, nem meia-bomba. É sempre duríssimo", emenda, às gargalhadas.

Se fosse continuar a relembrar todas as "durezas" cênicas de A Favorita, Claudia incluiria um monólogo de três páginas de texto numa visita à redação de Zé Bob (Carmo Della Vecchia), quando os dois ainda não se conheciam direito, e, claro, o marcante capítulo 57.

Ali foi feita a revelação de Flora (Patrícia Pillar) como assassina de Marcelo (Flávio Tolezani) e grande vilã da trama.

"Aquilo não foi um capítulo, foi um longa-metragem num capítulo", brinca. "A cena em que ela cantou Beijinho Doce, com a arma na cabeça da Flora, foi gravada às 4h30, em São Paulo. Terminou e eu disse para o diretor: 'Estou vazia, acabada'. Ele me perguntou se eu teria como gravar mais a cena da Donatela andando na ponte, chorando, debaixo de chuva. Eu disse: 'Vamos fazer'. Mas é assim, faço com muita vontade porque uma cena é melhor do que a outra".

Em quase quatro meses da trama de João Emanuel Carneiro no ar, Donatela é a rainha do sofrimento. Segundo a própria Claudia analisa, essa dor é justificável.

"Ela é uma pessoa que só perdeu na vida. Perdeu os pais aos 5 anos; adquiriu um pai (Pedro, Genézio de Barros) que não é dela, é da Flora; teve uma dupla sertaneja que também foi perdida; uma irmã que não era dela; perdeu o marido assassinado; tem uma filha (Lara, Mariana Ximenes) que não é dela, é da outra. Enfim, nada é dela. É uma mulher que não tem nada, por isso é tão insegura", diz.

"Donatela é uma Joana d'Arc, uma mártir. É impressionante a força que ela tem para dar a volta por cima", completa a atriz, que ouve nas ruas o apoio do público.

"As pessoas estão agoniadas, ouço loucuras. Elas vibram dizendo que eu vou conseguir, que o Brasil está chorando comigo", ri.

Além da angústia que carrega, a mocinha também é a mestre dos disfarces. Já usou touca e óculos para se passar por Diva (Giulia Gam) e escapar da prisão e, atualmente, circula de peruca loura para fugir dos bandidos que estão atrás de Diva, escondendo os fios curtos, que cortou exclusivamente para a personagem. "Meu cabelo nunca foi meu, ele serve para eu mudar de 'máscara'", afirma, satisfeita com o resultado final do corte.

Com quase 25 anos de profissão, é possível ver nos olhos de Claudia o orgulho que sente de si mesma por estar "aguentando o tranco", como ela própria define.

Fora isso, a actriz também se diz muito estimulada pela oportunidade de fazer um trabalho que classifica como ousado, extremamente arriscado e que a faz, desde antes da estréia, em junho, viver todos os dias para a novela.

Jornal O Dia



publicado por Tititi às 21:53 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 27 de Setembro de 2008

Depois de todo o mistério ter sido revelado e o país inteiro ter se surpreendido com a inocência de Donatela, a atriz Cláudia Raia fala como foi esconder o segredo até mesmo dentro de casa.

Você concorda que o público se surpreendeu mais pelo fato de a Donatela ser rica?
Ela usava o dinheiro como uma parede de segurança, justamente porque ela conhece o tamanho do monstro. Ninguém acreditava nela, então ela usou o dinheiro. Tem uma coisa no Brasil que é cultural. Quando você tem dinheiro e é bem-sucedido, você não é aceito pela sociedade. Acho que o grande problema da Donatela, no começo, era o dinheiro que ela tinha. Ninguém admite 22 milhões de dólares! A partir da novela, as pessoas podem repensar o que se leva de uma relação humana e que aquilo que você construiu que é o que você vai plantar.

Como foi conduzir a Donatela desde o início, sabendo que a Flora era culpada?
Antes de o João Emanuel dizer que a Flora seria a culpada, uma semana depois que a novela entrou no ar, ele falou que precisava da dubiedade das personagens o tempo todo, principalmente da Donatela. A gente fez assim de propósito. Era para haver, o tempo todo, a dúvida de quem era a Donatela - se ela era boa ou má. No final, ela passou a ser uma terceira pessoa e isso foi óptimo para a gente.

O que você está achando da repercussão?
Maravilhosa! O público está enlouquecido. A reacção é de último capítulo e eu nunca vi isso com dois meses de novela. É impressionante como estão todos muito envolvidos com a história e indignados por ser a Flora a culpada. É como se estivessem sem chão. Seria normal que isso acontecesse. E agora a gente está correndo atrás, porque o que vem pela frente é muito difícil de fazer. O meu objectivo agora é a prisão. Eu acho que o grande vilão da Donatela não é a Flora e sim o sistema carcerário. Acho que a novela está promovendo uma função social. Ela fala de uma coisa imbatível que são as relações humanas. As pessoas são más e também são como a Donatela que é extremamente emocional, errada, equivocada e inadequada, porque ela mete os pés pelas mãos. Mas ela tem uma alma e uma pureza de uma mulher crédula. Existem poucas pessoas no mundo assim, mas existem. E ela não é exactamente o que vemos.

Como está sendo para você trabalhar depois da grande revelação?
Está sendo tudo maravilhoso. Deu uma sensação de missão cumprida. É como tivesse sido o último capítulo de uma novela que nem chegou na sua metade.

Foi difícil guardar segredo?
Não foi difícil, porque era fundamental guardar segredo. Até em casa, só o Edson (Celulari, marido da actriz), que é actor, sabia. Teve até um bolão. No final, o meu filho Enzo acabou acertando, mas eu não disse que ele tinha acertado. Quando ele viu na novela que foi a Flora, olhou para mim com uma cara… (risos). Todos ficaram aflitos para saber.

Como você analisa o trabalho do autor João Emanuel?
É impressionante como ele tem a história e o controle da sua própria dramaturgia nas mãos e como ele conduz isso absolutamente de maneira coerente, inovadora, inusitada e instigante para o público. Na verdade, ele provoca o público. Ele não cria uma atitude subserviente ao público e, obviamente, surpreende.



publicado por Tititi às 21:29 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

O elenco de 'A favorita' gravou nesta terça-feira, 23, cenas da novela das 20h. O cenário foi um hotel na Praia de Copacabana, Zona Sul do Rio. Após a gravação, super simpáticos, os actores foram para a calçada posar para os fotógrafos.

Carlos Zambrotti/Ag. NewsCarlos Zambrotti/Ag. News
EGO

Este mês tem sido bastante fácil encontrar notícias dos actores, há notícia quase todos os dias e as entrevistas encontram-se aos montes!

Não sei se já repararam mas criei uma página com os meus link-me, deste e do outro blog, porque agora com a protecção anti-cópia, não dá para vocês copiarem o código.



publicado por Tititi às 21:27 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

Roberto TeixeiraEm minutos, o clima entre Claudia Raia e Ary Fontoura tem que mudar radicalmente. Se quando as câmeras estão ligadas eles vivem rivais, antes das gravações da novela A Favorita os atores não param de brincar.

Enquanto esperavam para gravar uma cena em que Donatela (Claudia Raia) fugia de Silveirinha (Ary Fontoura), eles fizeram brincadeiras e até andaram de mãos dadas, nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro.

Já quando as câmeras estavam ligadas, Silveirinha seguiu Donatela, obrigando a mocinha se esconder. Roberto TeixeiraRoberto Teixeira



publicado por Tititi às 18:32 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

A cantora americana Colbie Caillat vai participar de "Três irmãs" como actriz. Antônio Calmon está escrevendo as cenas dela, que deverá aparecer primeiro, num luau cantando e tocando violão em Caramirim, depois pegando onda, já que ela é surfista.

Colbie canta "Midnight bottle", música-tema de Dora (Cláudia Abreu). As gravações deverão acontecer entre os dias 11 e 14 de outubro.

Fonte: Patrícia Kogut

Colbie Caillat estourou nas paradas com a música  BubblyCláudia Abreu, Carolina Dieckmann e Giovanna Antonelli são protagonistas em Três Irmãs



publicado por Tititi às 21:33 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

Hoje ficam umas fotos do Carmo na praia, na passerelle e numa entrevista que fez a Zeca Camargo.

Foto: Carmo Dalla Vecchia - 0

Foto: Carmo Dalla Vecchia - 20

Foto: Carmo Dalla Vecchia - 3

Foto: Carmo Dalla Vecchia - 6

Foto: Carmo Dalla Vecchia - 27

Foto: Carmo Dalla Vecchia - 13



publicado por Tititi às 19:55 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Os actores Carmo Dalla Vecchia, Cláudia Raia e Mariana Ximenes estiveram no Centro do Rio, este sábado, para gravar cenas de 'A Favorita'. Nem o sol forte tirou o bom humor do elenco da novela das oito.

Onofre Veras/Ag News
Onofre Veras/Ag News


publicado por Tititi às 21:56 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 21 de Setembro de 2008

 - Foto: TV GLOBO / João Miguel Jr. - 0

Nascido no interior do Rio Grande do Sul, em Carazinho, Carmo Dalla Vecchia nunca imaginou o sucesso que faria como ator, aliás, nem pensava em ser galã de novela (e ainda não pensa nisso). Acredite se quiser, mas o bonitão já fez faculdade de Educação Física, o que talvez explique o belo físico deste leonino de 38 anos, que arranca suspiros da mulherada ligada no Zé Bob, vivido por ele em A Favorita.
Carmo saiu de sua cidade natal há 18 anos para começar a carreira como modelo em São Paulo, onde venceu o concurso Look of The Year. Daí para a TV foi um pulo. Em 1995, emplacou seu primeiro papel, como Durval, filho de Claudia Raia na minissérie Engraçadinha. Hoje o ator soma nove novelas, três minisséries e dois filmes, o mais recente deles, Onde Andará Dulce Veiga?. Praticante de budismo há 12 anos, ele é o tipo de cara reservado e calmo, muito calmo, mas ouse tirar o homem do sério e verá um gauchão fazer as paredes tremer!

Carmo x Zé Bob
''Sou solar como ele (o Zé Bob), mas geralmente procuro passar longe de polêmicas, diferentemente do personagem, e acho ruim ser solitário como ele é. Na verdade, eu sou um cara introspectivo, e acho ótimo ser assim, pois consigo canalizar mais energia para desenvolver meu personagem. Ah, também não sou tão namorador quanto ele. Já fui mais, hoje prefiro qualidade à quantidade.''
 
Fama + Assédio
''Fico feliz com todo esse carinho. Há poucos dias, uma senhora me pediu para fazer uma entrevista com ela e disse que o conteúdo ela só revelaria entre quatro paredes... Achei graça. Mas, mesmo atuando numa novela das oito, não penso na fama.'' 

Em cena com mulherões
''Patrícia Pillar, Claudia Raia e Juliana Paes. Três actrizes extremamente carismáticas, que só de olhar a gente já fica feliz. A Claudia é muito divertida e carinhosa. A Patrícia tem algo interessante. É muito fácil olhar no olho dela e se concentrar na cena. Já Juliana... que sorte tem o sr. Sortudo que vai se casar com ela.'' Em seu blog, Carmo rasgou elogios à colega, que o deixou na trama para se casar e entrar em outra trama Global. ''Juliana vai deixar saudades. Gravar com ela fazia com que Zé Bob ficasse com aquela cara alegre que a gente fica quando está na presença de alguém que nos diverte, que tem uma energia boa. Sorte do futuro maridão dela. Já imaginou a felicidade que deve ser acordar ao seu lado?''
 
No ar...
''Eu adoro cinema. Gostaria de ter feito mais. Adoraria fazer filmes de ficção científica. Quando tinha 5 anos sonhei que estava subindo num foguete. Nunca me esqueci desse sonho. Sempre gostei muito do cinema argentino e espero, um dia, fazer parte deste Mercosul cultural. Projetos? Talvez produza algo no teatro no próximo ano.''
 
Seus valores
''Hoje, não faria um trabalho no qual não acreditasse, apenas pelo dinheiro, fico feliz de ter passado dessa fase. Por amor? Faço qualquer loucura, é claro. Já fiz muitas e espero fazer muitas outras. Outra coisa que prezo é o talento. Tudo o que eu busco na minha vida é ser feliz da forma mais simples e honesta comigo e com quem gosta do meu trabalho. Fama e dinheiro não têm nada a ver com aquilo que me traz felicidade.''
 
Vícios e crenças
''Adoro rock, mas meu gosto passa pelos mais variados ritmos. Escuto muita música. Sou um comprador compulsivo de CDs. Costumo ir às lojas só para saber o que tem de novo. Falando sobre religião... sou praticante do budismo de Nitiren Daishonin há mais de dez anos. Sou responsável por uma comunidade em Ipanema (Rio de Janeiro). O budismo fez com que eu nunca desistisse dos meus sonhos. Em meio a um mundo tão caótico, minha religião me trouxe um foco. Ah, sim, acredito em corujas. Para mim, elas trazem muita sorte.'' 

Gaúcho, tchê
''Meu lado B não está separado do A. Posso ficar de mau humor se não dormir bem ou se trabalhar demais. Sou calmo pra caramba, mas se alguém me tirar muito do sério, você verá um gauchão que faz tremer paredes... literalmente.'' 

O tal beijo gay
''A cena na qual dou um beijo em Eriberto Leão (no filme Onde Andará Dulce Veiga?) é muito forte e tocante. Não é Raudério (personagem de Carmo no filme) quem beija o personagem de Eriberto (Caio), é, sim, a própria Dulce Veiga (vivida por Maitê Proença). É um beijo em meio a um surto psicótico e a uma síndrome de abstinência. Sobre o beijo gay nas novelas? Acho que quem cria a polêmica é o público. Esse beijo nunca aconteceu e parece não estar nos planos de nenhuma emissora.''

Agora!
''Quando terminar A Favorita, quero descansar muito. Seis meses morando fora, no mínimo. Seria uma delícia! Se estou namorando? Não! Sou solteiro, mas não sou sozinho... (risos).'' - Foto: TV GLOBO / João Miguel Jr. - 1 - Foto: TV GLOBO / João Miguel Jr. - 2 - Foto: TV GLOBO / João Miguel Jr. - 3 - Foto: TV GLOBO / João Miguel Jr. - 4



publicado por Tititi às 15:31 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Últimas fotos da Mayana N...

Mayana Neiva na capa da M...

Atriz revelação: Mayana N...

Atriz revelação

Tititti estreia com boa a...

Tititi está a chegar!!

Novelas da tarde com boa ...

Gerson é pai de Fátima

Amanhã estreia Escrito na...

Revista Quem comemora 10 ...

comentários recentes
UMA TESUDAS IGUAL FEITO CUMU QUÉSSA DAI DOS FLÁVIA...
Essas mina, os ai de manueles das monti , como atr...
CA PRA NÓS, ESSA MANUELA DO MONTE, UMA DAS PIORES ...
SER DE UMAS BELAS MORENAS AI COMO ESSA MANUELA DE ...
TEU COMENTÁRIO TAR MUITOS FRAQUINHOS MEU AMIGUINHO...
MAS QUE MORENA DELICIOSA ESSA PRISCILA FANTIL MESM...
ESSA TESUDA MALUCA BELEZAS DA PRISCILA INFANTIL, T...
VONTADES QUEU TENHOS NESSA VIDAS BANDIDA!, SER DE ...
Esses ai os tesãozinho maneiro de morenas da manue...
Me marro uns monte nesse tesão divino des morenas ...
mais comentados
arquivos

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

links
VISITAS
Actores eleitos


Música

Outros blogs para visitar
tags

a favorita

alessandra negrini

alexandre borges

alinne moraes

ana paula arósio

antónio fagundes

ary fontoura

beleza pura

belíssima

bruno gagliasso

caco ciocler

camila pitanga

camila rodrigues

caminho das índias

caras e bocas

carmo dalla vecchia

carnaval

carolina dieckmann

carolina ferraz

cauã reymond

christiane torloni

christine fernandes

ciranda de pedra

cláudia abreu

claudia jimenez

cláudia raia

cléo pires

cobras & lagartos

dalton vigh

daniel de oliveira

daniele suzuki

danielle winits

débora falabella

deborah secco

desejo proibido

duas caras

edson celulari

elizabeth savalla

eterna magia

fábio assunção

fernanda lima

fernanda machado

fernanda montenegro

fernanda paes leme

fernanda vasconcellos

flávia alessandra

gianecchini

giovanna antonelli

glória menezes

grazi massafera

gustavo leão

henri castelli

ísis valverde

josé mayer

juliana paes

kayky brito

lázaro ramos

letícia birkheuer

lília cabral

malu mader

malvino salvador

manoela do monte

marcello antony

marcelo novaes

marcos pasquim

mariana ximenes

marjorie estiano

max fercondini

miguel falabella

murilo benício

murilo rosa

nathalia dill

negócio da china

nívea stelmann

o profeta

páginas da vida

paola oliveira

paraíso

paraíso tropical

passione

patrícia pillar

paula burlamaqui

pé na jaca

priscila fantin

rafael almeida

reynaldo

rodrigo hilbert

rodrigo phavanello

sete pecados

sic

suzana vieira

taís araújo

tarcísio meira

thiago lacerda

thiago rodrigues

tititi

tony ramos

viver a vida

vivianne pasmanter

wagner moura

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds