Domingo, 19.04.09

O Domingo será o dia do "Vale a pena ver de novo" aqui no blog. Todos os Domingos será relembrada uma novela, uma cena ou qualquer outra coisa da teledramaturgia. Aceitam-se sugestões!

 

Hoje relembro aqui umas cenas da novela Belíssima, uma das minhas preferidas! São cenas protagonizadas por Henri Castelli, Pedro, e Cláudia Abreu, Vitória, que mostram as belíssimas paisagens gregas. A qualidade não é muito boa, mas é impossível ficar indiferente a tanta beleza da natureza. Assistam, que é lindo!



publicado por Tititi às 14:20 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 28.03.09

Numa altura em que os próximos 3 autores das novelas das 21h estão a reservar os seus actores prediletos, há alguns que disputam pela presença de certos actores nas suas tramas.

Claudia Abreu está sendo disputada por Gilberto Braga e Silvio de Abreu. A actriz que finaliza o seu trabalho em “Três Irmãs”, a partir do próximo dia 10, vai ficar um período de férias e depois estará novamente à disposição da Rede Globo.
Gilberto Braga, no entanto, nunca escondeu de ninguém que a sua maior frustração em “Paraíso Tropical” foi o facto de não ter Claudia como protagonista. Na época, a actriz estava grávida. Gilberto escreverá a sua próxima novela em 2011, mas antes vem Sílvio de Abreu, em 2010, que também tem uma grande admiração pelo trabalho desta actriz.

Em Belíssima de Sílvio de Abreu

Em Celebridade de Gilberto Braga



publicado por Tititi às 15:37 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 30.01.09

Com certeza já repararam que as novelas escritas pelo mesmo autor têm sempre alguns actores que nunca ficam de fora. Pois bem, eles são Os Favoritos dos autores! Todos os autores de novelas têm as suas musas e os seus amigos que sempre marcam presença nas suas novelas, aqui vão essas equipas:

GLÓRIA PEREZ

Claudio Andrade/Leo Lemos

“Caminho das Índias”  tem vários atores que já trabalharam com Glória. Victor Fasano é o recordista: esteve em “Barriga de Aluguel” (1990), “De Corpo e Alma” (1992), "Explode Coração" (1995), "O Clone" (2001) e "América" (2005). Só não participou do remake de "Pecado Capital" (1998).
Neusa Borges começou a parceria com a autora em “Carmem” (1987, na Manchete), e de lá para cá trabalhou em De Corpo e Alma, O Clone e América. Stênio Garcia é chamado para o elenco desde De Corpo e Alma, e só foi ausência em América porque gravava o seriado “Carga Pesada”.
Vera Fischer e Mara Manzan entraram para o time das queridinhas em Pecado Capital. Totia Meirelles "bate cartão" desde O Clone, e Caco Ciocler vai para sua terceira novela com Glória (fez Pecado Capital e América).
Duas ausências que se percebe em “Caminhos” são de Eri Johnson (desde Barriga de Aluguel presente em todas as tramas) e Guilherme Karan, que tinha papel garantido de Explode Coração em diante, e já havia declarado certa vez só era chamado para as tramas de Glória.

Quando escreveu a minissérie “Hilda Furacão” (1998), a autora conseguiu contar com Eliane Giardini (que esteve em Explode Coração, O Clone, América e agora em Caminho), Mara Manzan, Stênio Garcia e Guilherme Karan.

CARLOS LOMBARDI
TV Globo/Agnews
O autor de sucessos como "Bebê a Bordo" (1988), "Quatro por Quatro" (1994) e "Uga-Uga" (2000)  também não abre mão de seus “talismãs”. Betty Lago é presença garantida desde Quatro por Quatro, fazendo "Vira-Lata” (1996), Uga-Uga, a minissérie “O Quinto dos Infernos” (2002), "Kubanacan" (2003), "Pé na Jaca" (2006) e o seriado “Guerra e Paz” (2008).
Marcos Pasquim é o descamisado preferido de Lombardi. Está presente em todos os trabalhos depois que viveu Van Damme em Uga-Uga. Danielle Winits caiu nas graças do autor na mesma trama e de lá para cá só ficou de fora de “Pé na Jaca”.
Humberto Martins já foi o queridinho de Lombardi, presente no elenco de Quatro por Quatro a Pé na Jaca (onde fez uma participação especial). A carreira do actor, que actualmente está em Caminho das Índias, foi construída nas novelas de Lombardi e Glória Perez (marcou presença em Barriga de Aluguel, O Clone e América).
Lombardi tem também uma lista de ex-queridinhos. Françoise Furton integrava o elenco desde Bebê a Bordo (1988) (excepto em “Vira-Lata”) e Mário Gomes, a partir de "Perigosas Peruas" (1992). Mas o o último trabalho dos dois foi em Kubanacan.
Nair Bello, garantia de gargalhadas em uma química perfeita com o texto lombardiano, começou a parceria em Perigosas Peruas e só ficou de fora de Quatro por Quatro porque havia acabado de fazer “A Viagem”, de
Ivani Ribeiro. Escalada para Pé na Jaca, Nair sofreu uma parada cardíaca e nem chegou a ir ao ar. Ela morreu a 17 de Abril de 2007.
MIGUEL FALABELLA
 Divulgação / TV Globo

Na sua terceira novela, o autor também já tem a mania de chamar alguns atores. Zezeh Barbosa, Bia Nunnes e Maria Gladys são as preferidas de Miguel Falabella. O trio participou de "Salsa & Merengue" (1996), "A Lua Me Disse" (2005) e "Negócio da China".

ANTÔNIO CALMON
TV Globo/Agnews

Ana Rosa é a campeã de actuações em textos de Antônio Calmon. No ar em “Três Irmãs”, esteve em “Corpo Dourado” (1998), “Um Anjo Caiu do Céu” (2001), e “O Beijo do Vampiro” (2002). Só não participou de “Começar de Novo” (2004), porque já tinha ido para a Record. Kayky Brito e Luiz Gustavo não perdem uma novela de Calmon desde O Beijo do Vampiro.

JOÃO EMANUEL CARNEIRO
TV Globo/Agnews

"A Favorita" do autor é Taís Araújo. A actriz teve papel garantido em suas histórias anteriores – "Da Cor do Pecado" (2004) e "Cobras e Lagartos" (2006). Na lista de quem fez duas novelas de João Emanuel estão Carmo Dalla Vecchia, Elizângela, Iran Malfitano e Mariana Ximenes (Cobras e A Favorita) e Cauã Reymond e Rosi Campos que, além da trama que terminou em 17 de Janeiro, já tinham participado de Da Cor do Pecado.

WALCYR CARRASCO
TV Globo/Agnews

O que Malvino Salvador, Flávia Alessandra, Priscila Fantin, Ana Lúcia Torre e Kayky Brito têm em comum? Todos trabalharam juntos em “Alma Gêmea” (2005) e “Sete Pecados” (2007).
Priscila começou a parceria com Walcyr em “Chocolate com Pimenta” (2003). Ana Lúcia Torre marcou presença em “O Cravo e a Rosa” (2000). Drica Moraes actuou em O Cravo, Chocolate e Alma Gêmea. E Elizabeth Savalla fez todas desde “A Padroeira (2001)
Quando não está no ar nas tramas de Calmon, Kayky Brito aparece nas de Walcyr: Chocolate, Alma Gêmea e Sete Pecados. Ary Fontoura mal terminou “A Favorita” e já está escalado para “Caras e Bocas”, nova trama do autor (assim como Flávia, Malvino, Savalla e Ana Lúcia). Ary também estava em Chocolate e Sete Pecados.

MANOEL CARLOS
 Divulgação / TV Globo
José Mayer sempre vive um mulherengo nas histórias de Manoel Carlos; Júlia Almeida, filha do autor, e Umberto Magnani, o 'talismã'.

José Mayer é figurinha fácil no Leblon toda vez que uma história de Manoel Carlos vai ao ar. Desde "História de Amor" (1995), o actor não perdeu uma trama escrita por Maneco. Regina Duarte é lembrada por ter vivido três Helenas do autor: em História, “Por Amor” (1997) e "Páginas da Vida" (2006).
Além de História e Páginas, Lília Cabral participou de "Laços de Família" (2000). Desde Laços, Walderez de Barros e Xuxa Lopes estão no elenco dos queridinhos, como se pode ver na reprise de “Mulheres Apaixonadas” (2003). A filha de Manoel Carlos, Júlia Almeida, só não fez “Páginas da Vida”.
Umberto Magnani é o recordista, estando em todas as tramas desde “Felicidade” (1991). O próprio autor disse certa vez que o considera um ‘talismã'.
AGUINALDO SILVA
 Divulgação / TV Globo 
Os queridinhos de Aguinaldo Silva são Renata Sorrah, José Wilker, Susana Vieira, Bárbara Borges e Letícia Spiller. Os cinco estiveram em "Senhora do Destino" (2004) e "Duas Caras" (2007). Antes, Letícia fez "Suave Veneno" (1999), Bárbara, "Porto dos Milagres" (2001) e Susana, "Fera Ferida" (1993). Wilker também atuou em Fera Ferida e Suave Veneno. Já Renata foi vista em "Pedra Sobre Pedra" (1992) e "A Indomada" (1997).
Betty Faria alternou quatro novelas: "Tieta" (1989), A Indomada, Suave Veneno e Duas Caras. Antes de se destacar como a dançarina Alzira de Duas Caras, Flávia Alessandra integrou o elenco de A Indomada e Porto dos Milagres.
GILBERTO BRAGA
 Divulgação / TV Globo 
Fábio Assunção é presença obrigatória se a trama for desenvolvida por Gilberto Braga. Ele esteve em "Pátria Minha" (1994), a minissérie "Labirinto" (1998), "Força de um Desejo" (1999), "Celebridade" (2003) e "Paraíso Tropical" (2007).
Malu Mader, Claudia Abreu e Otávio Müller actuaram em Labirinto, Força e Celebridade. Otávio ainda participou de Paraíso Tropical. Isabela Garcia esteve em Labirinto, Celebridade e Paraíso Tropical.
SÍLVIO DE ABREU
TV Globo/Agnews 
Tony Ramos e Alexandre Borges não podem faltar se a novela é escrita por Sílvio de Abreu. Desde "A Próxima Vítima" (1995), eles têm personagens garantidos. Voltando um pouco mais no tempo, Tony actuou em "Rainha da Sucata" (1990), assim como Claudia Raia e Glória Menezes.
Claudia e Glória estiveram em "Deus nos Acuda" (1992), A Próxima Vítima e "Torre de Babel" (1998). Claudia fez parceria com Sílvio ainda em "As Filhas da Mãe" (2001) e "Belíssima" (2005).
Edson Celulari esteve em Deus nos Acuda, Torre de Babel e As Filhas da Mãe.
BENEDITO RUY BARBOSA
TV Globo/ Agnews 
Antônio Fagundes viveu uma série de personagens nas tramas de Benedito Ruy Barbosa. Foi o protagonista de "Renascer" (1993) e "O Rei do Gado" (1996), e teve papéis importantes em "Terra Nostra" (1999) e Esperança (2002). Sua última parceria foi na minissérie "Mad Maria" (2005). Oscar Magrini também tem quatro novelas de Benedito no currículo: O Rei do Gado, Esperança, e os remakes de Cabocla (2004) e Sinhá Moça (2006). Danton Mello marcou presença em Terra Nostra, Cabocla e Sinhá Moça.


publicado por Tititi às 21:20 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 17.12.08

Patrícia Pillar foi uma das grandes estrelas do 2º Prêmio Quem, realizado na noite desta terça-feira, no Rio de Janeiro. A actriz, que interpreta a vilã Flora em A Favorita, recebeu das mãos de Deborah Secco o prémio de Melhor Actriz de TV.

O evento contemplou os melhores do ano em 21 categorias, no Hotel Fasano. Além de Patrícia, Claudia Abreu se destacou na noite de festa ao facturar o título de Melhor Actriz de Cinema, por Os Desafinados.

João Emanuel Carneiro ficou com o prémio de Melhor Autor de Novelas, por A Favorita.

Carolina Dieckmann, Giovanna Antonelli e Paula Burlamaqui foram algumas das outras celebridades que prestigiaram o evento.

Para a apresentar a categoria Melhor Actriz de televisão, Deborah Secco foi chamada e fez piada com a grande vencedora.

“Tenho medo dela, e prefiro não entregar o prémio pessoalmente”, brincou a actriz, referindo-se à Patrícia Pillar.

E, mais uma vez, a loira levou a melhor e conquistou um troféu, colhendo os louros do sucesso com a vilã Flora, de A Favorita. Atrasada, Patrícia Pillar só pôde pegar seu troféu após a cerimónia.

“Peguei trânsito, está chovendo e ainda errei o caminho. Mas, finalmente consegui chegar aqui”, disse Patrícia, aos risos.

“Fico muito feliz em fazer uma novela com uma personagem tão doida, e esse troféu é a prova do reconhecimento por parte do público. Reconhecimento de um esforço”, completou. 

Márcio NunesMárcio Nunes



publicado por Tititi às 15:10 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 15.12.08

Deborah Secco e Taís Araújo no show da diva popAngélica, Luciano Huck, Cléo Pires, Bruno Gagliasso, Luana Piovani, Taís Araújo, Cláudia Raia, Edson Celulari, Carolina Dieckman e Dado Dolabella foram apenas alguns do nomes que integraram o time de vip’s que marcou presença no Maracanã, no Rio, na noite de domingo (14), para assistir à primeira apresentação brasileira da turnê Stick and Sweet Tour.

Miguel Falabella foi um dos primeiros a chegar e estava animado com a apresentação, apesar de confessar não ser um grande fã da cantora.

“Sou fã do que essa mulher construiu, dessa capacidade de sempre se reinventar. Acho que sou assim também: vou morrer me reinventando, ou sumir de vez. Sempre digo que chegar não é difícil, o difícil é se manter, e ela consegue”, destacou o actor, que completou:

“Acho que ela é uma grande homenagem a todas as mulheres, ainda mais na nossa sociedade, que joga fora as pessoas com mais de 50 anos. E ela está aí, cheia de gás”.

Cláudia Raia e Edson Celulari também marcaram presença e ainda levaram o filho mais velho, Enzo.

“Admiro muito a Madonna como mulher, empresária, diva. Ela consegue surpreender o público, mesmo após anos de carreira”, comentou a actriz, que já havia assistido ao show da cantora outras duas vezes.

Acompanhada de Felipe Simão, Luana Piovani chegou empolgada, apesar de já ter assistido à apresentação em Amsterdã, na Holanda, com o então noivo Dado Dolabella.

“Já assisti a essa turnê. Então, não vai ter surpresa nenhuma. Mas hoje, vim mesmo para me acabar de dançar”, disse a atriz a OFuxico.

Já Murilo Rosa não sabia muito bem o que esperar, já que havia “caído de pára-quedas” no show.

“Ia viajar para Nova York ontem, mas acabei não indo. Então, resolvi assistir. Já deixei passar alguns shows e, dessa vez, quis vir. Esse é o momento. Vim para conhecer melhor o que é isso tudo que todo mundo fala. Quem sabe depois disso não viro fã”, comentou.

Carmo Dela Vecchia foi outro que não se importou com a chuva e marcou presença no Maracanã, sendo mais um a se derreter em elogios à cantora.

“Acho que ela tem o grande segredo que todo artista deveria ter: se renovar sempre. E ela sabe como se vender, é uma pessoa midática. Nos dias de hoje, isso é muito importante”, avaliou.

Rodrigo Santoro foi outro que não se incomodou com a chuva e se misturou no meio da multidão, para ver de perto a material girl.

“Esse foi o primeiro show  a que assisti, e adorei! Cresci ouvindo Madonna, faz parte da minha geração. Foi um showzaço. O show foi tecnicamente impecável e a chuva deu um tempero especial”, disse o ator.

Alessandra Negrini foi outra que não poupou elogios a Madonna, e se revelou sua grande fã.

“Os críticos que falam mal, não entendem. Ela é a mulher! É uma mulher de resistência, que mostra verdade, que tem uma conexão muito forte com a modernidade. Tinha até esquecido o quanto ela é maravilhosa”, tietou a atriz.

Cléo Pires, que já era admiradora da loira, saiu do Maracanã com gostinho de quero mais.

“Sempre fui muito fã e, depois desse show, passei a gostar mais ainda. Ela está sempre se superando, e isso me encanta”.

Essa foi a primeira apresentação brasileira de Stick and Sweet Tour, que será apresentada ao público novamente nesta segunda-feira (15), no Maracanã, e depois segue para outras capitais brasileiras.

Madonna cantou sucessos como 4 Minutes, Vogue, Like a Prayer, Give It To Me, entre outras, e  também parecia super à vontade com a chuva, que não cessou durante todo o show.

“Que bom estar de volta, depois de 14 anos. Espero que vocês não se incomodem com a chuva. Está tudo bem aí? Posso continuar?”, disse a diva do pop que, após uma sonora aprovação, respondeu em português “Obrigada”. A galera foi ao delírio!



publicado por Tititi às 18:48 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 03.12.08

Flora é a psicopata mais perigosa da dramaturgia brasileira Enquanto o cinema nos deu Hannibal Lecter, um canibal sedutor que, apesar de suas atrocidades, conseguiu seduzir milhões em todo o mundo, a tevê brasileira produziu alguém menos sanguinária, porém, igualmente cruel: Flora Pereira da Silva, interpretada por Patrícia Pillar, na novela A Favorita, da Globo. Mas, o que Flora e Hannibal Lecter têm em comum? “A Flora é uma psicopata grave, nota 10, feita brilhantemente por Patrícia Pillar. E ela reina na novela A Favorita. Não há ninguém que chegue aos seus pés, nas maldades”, definiu a escritora a OFuxico, deixando claro que Silveirinha (Ary Fontoura) e Dodi (Murilo Benício), embora maus e parceiros de Flora, não são psicopatas.  “Eles são apenas criminosos. Assim como Hannibal Lecter, que manipulava a agente do FBI (Clarice Starling) para conseguir seus objectivos, Flora também os utiliza para que suas maldades funcionem. "Psicopatas só irão se mover em função de poder, de status e de prazer. São mentirosos contumazes. Mentem com uma capacidade absurda e, quando são pegos na mentira, mentem ainda mais, na maior naturalidade. Eles têm essa incrível capacidade de articulação, de sedução dos outros e têm total ausência de culpa. Remorso, não sentem algum. E tudo isso é derivado de uma condição primária: a incapacidade para ter afecto.

A psicopatia não é uma doença. É uma maneira de ser. Isso é importante para diferenciá-los dos doentes mentais, que se desconectam da realidade, como foi o caso de Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), em Senhora do Destino”, explicou a médica.

Convidada por OFuxico, a psiquiatra analisou diversos vilões da dramaturgia brasileira e, assim, acabou chegando à conclusão de que muitos são psicopatas. Porém, as mulheres, quando comparadas aos homens, dão um banho no quesito maldade. Tanto que Flora ocupa o topo da lista. Confira:

MULHERES:

[flora.jpg]

Flora Pereira da Silva (Patrícia Pillar, A Favorita)
“Assim como Hannibal Lecter, Flora é incapaz de sentir amor pelos que a cercam, e isso inclui a filha Lara (Mariana Ximenes) e Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). No caso do Hannibal, muitos chegaram a achar que ele poderia amar a agente do FBI (Clarice Starling, interpretada por Jodie Foster). Mas, aquela atenção que ele dava a ela era apenas um ato de exibicionismo. Era para se mostrar intelectualmente, se vangloriar. A Flora não gosta do Zé Bob. Ela o quer por luxúria, como um brinquedo caro e difícil de ser conquistado. Flora é uma psicopata grave pois, além de matar, ela sente prazer em ver alguém morrer, como foi no caso da personagem de Juliana Paes, ao desligar os aparelhos e vê-la sufocar. Ela quer a sofisticação da perversidade. Flora é uma psicopata grave. Durante um tempo, achei que ela fosse moderada, que iria usar o Dodi e o Silveirinha para conseguir realizar suas maldades. Mas, com o passar da trama, verifiquei que ela mesma põe a mão na massa e sente enorme prazer em ver suas vítimas morrendo”. 

Laura Prudente da Costa (Cláudia Abreu, Celebridade)
"Com Odete Roitman (Beatriz Segall) e Bia Falcão (Fernanda Montenegro), forma a tríade das psicopatas comunitárias mais perfeitas da dramaturgia brasileira. Cláudia Abreu arrasou. Laura manipulou o personagem de Márcio Garcia, um criminoso meio Silveirinha, meio Dodi, para concretizar suas maldades. Interessante ressaltar que ela não o amava. Aquele choro, na morte dele, era de raiva por ter perdido um soldado fiel, um brinquedo de luxo que ela adorava. Era como se tivesse tipo perda total em seu Jaquar".

[bia.jpg]Bia Falcão (Fernanda Montenegro, Belíssima)
"Psicopata comunitária perfeita. Ou seja, era uma boa chefe, líder, mãe de família, muito bem-sucedida na sociedade. Ela torturava a filha e os demais e, mesmo pela netinha, não tinha amor algum. Psicopata disfarçada de executiva. Nota 10”.

Sílvia Pessoa de Moraes (Alinne Moraes, Duas Caras)
“Achei, em um momento da trama, que era borderline (as histéricas que são capazes de loucuras, de qualquer maldade, para preservar o objetivo de paixão). Mas depois, ela se mostrou perversa na forma total. Essa personagem se perdeu totalmente. Começou muito boazinha, virou histérica, ficou louca (psicótica) e acabou psicopata".

Maria de Fátima (Glória Pires, Vale Tudo)
"Psicopata fantástica, do tipo comunitária. Usou as pessoas, mentiu com a maior cara de pau, deu seus golpes sem qualquer escrúpulo e manipulou as pessoas, de forma a conseguir contornar tudo e se dar bem no final".

Cristina (Flávia Alessandra, Alma Gêmea)
"Era perfeita. Mas, na vida real, a loucura no final não ocorreria. Somente no fim da novela ela deixou de ser psicopata, transformando-se em louca".

Raquel (Glória Pires, Mulheres de Areia)
"Psicopata perfeita. Nota 10. Foi coerente do início ao fim. Ela foi uma criança, adolescente e adulta perversa, fria e calculista, com incrível capacidade para mentiras e sedução. E acabou como toda boa psicopata, não enlouquecendo e sendo coerente com sua história".

Marta (Lilia Cabral, em Páginas da Vida)
"Psicopata maravilhosa. Só não gostei no final, quando começou a ver a filha morta e deu uma surtada.  Mas ela, como psicopata, era muito coerente: humilhava a filha, o marido, o neto e quem passasse por sua frente, sem qualquer traço de remorso ou sentimento pelos demais.  E, quando lhe convinha, se fazia de vítima, confundindo os demais.  E ela mantinha o marido ao seu lado, só porque precisava de alguém para humilhar, o que lhe dava grande prazer.  Psicopata feita com muita maestria".

Bárbara (Giovanna Antonelli, em Da Cor do Pecado)
"Muito legal, foi coerente muito como psicopata, o tempo todo. Não surtou, não virou boazinha. Só tinha uma coisa: às vezes, tinha um senso de humor que parecia que confundia os outros, pois ela própria ria de suas maldades.  Como psicopata, está no meio-termo. Nota 9".

HOMENS:

Leôncio (Leopoldo Pacheco, A Escrava Isaura)
“Com certeza, é piscopata e do grau mais alto. Nota 10. Todas as suas maldades eram recheadas de requinte. Caso Isaura (Lucélia Santos), aceitasse seus apelos e se casasse ou se entregasse a ele, sua vida seria ainda pior. Porque ele seria aquele tipo de marido que tortura, que faria da esposa o grande brinquedo particular. E ele tinha prazer em ver o sofrimento que causava no rosto dela, e nos que atravessavam seu caminho”.

Olavo (Wagner Moura, Paraíso Tropical)
“Esse era psicopata mesmo, sem dúvida alguma, mesmo nos momentos em que se divertia com a Bebel (Camila Pitanga), gerando empatia no público. Foi muito bem feito, bem escrito e que, por isso, passava despercebido como psicopata. A gente achava que ele tinha carinho pela Bebel. Mas, no final, ele não hesitou em colocar a cabeça dela a prémio. Ele tinha prazer com ela, não amor. Aquilo não era afecto”.

Marconi Ferraço (Dalton Vigh, Duas Caras)
“Tinha tudo para ser um dos maiores psicopatas mas, no meio do caminho, até pela questão da audiência, seu personagem se perdeu. Marconi Ferraço era um psicopata que, no final, ficou bom. Justificou-se sua maldade com a infância atormentada. E com os psicopatas a coisa não funciona assim. Dependendo da audiência, a grande maioria dos vilões acaba sendo justificada ou enlouquecendo. E psicopatas não ficam bonzinhos ou enlouquecem. Se tivesse uma continuação de Duas Caras, provavelmente veríamos a Maria Paula (Marjorie Estiano), que lhe deu outra chance no final, sendo abandonada cruelmente novamente. Porque o psicopata não tem emoção, funciona apenas na razão".

 

PARECE, MAS NÃO É

Nazaré Tedesco (Renata Sorrah, Senhora do Destino)
"Não era psicopata. Tinha uma coisa mais de psicótica mesmo, de loucura. A Nazaré tinha uma hipersexualidade, era meio bipolar. E o psicopata típico não tem muito grilo com o sexo. O psicopata pratica o sexo para dominar o outro, aumentar seu ego, se vangloriar.  E isso nos faz lembrar do Olavo, de Wagner Moura. Geralmente, o homem psicopata é brilhante na cama. Por isso, muitas mulheres ficam presas a ele. Como ele não se deixa levar, estuda a mulher, vê onde ela mais tem prazer e usa isso como arma de controle. Olavo usava a Bebel para as artimanhas dele. E usava o sexo para dominar outras mulheres, como a noiva (Guilhermina Guinle), que lhe garantia status na sociedade".

Silveirinha (Ary Fontoura, A Favorita)
“É um criminoso, não é psicopata. Para funcionar, ele e Dodi precisam de uma mente perversa conduzindo-os, que é a Flora. Vale lembrar que o psicopata não precisa ser o que mata, mas precisa ser aquele que arquitecta, que manda. E é interessante ver que eles só começaram a ser criminosos, depois que ela começou a mandar. Eles só querem se dar bem. E é o que acontece na maioria das penitenciárias: cerca de 20% dos detentos são psicopatas e esses mandam na maioria, liderando rebeliões e maldades. Assim como Flora, que chegou a ficar presa, eles lideram o restante e os transformam em soldadinhos”.



publicado por Tititi às 16:45 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 16.09.08

Luiza Dantas/Carta Z NotíciasA novela global "Três Irmãs" estreou nesta segunda-feira no horário das 19h com uma morte, um parto, um anúncio de gravidez e muitas cenas de praia e sol. A audiência da novela ficou em 33 pontos com 49% das TVs ligadas sintonizadas no canal, segundo dados do Ibope divulgados pela Rede Globo. Com este índice, Três Irmãs tem o mesmo resultado de estréia de Beleza Pura. As outras novelas da noite, A Favorita e Ciranda, tiveram 41 e 24 pontos respectivamente.
O primeiro bloco da trama apresentou as três irmãs que dão o título da novela Dora (Cláudia Abreu), Alma (Giovanna Antonelli) e Suzana (Carolina Dieckmann). A vilã, Violeta (Vera Holtz), apareceu também no primeiro bloco, com seu visual que lembra a personagem Cruela de "Os 101 Dálmatas".
No bloco final da novela, a personagem Natalia (Cecília Dassi) descobre que está grávida e conta ao namorado, Pedro Henrique (Ivan Mendes). A gravidez na adolescência é um dos temas sociais que a novela pretende abordar. 
Marcio NunesMarcio NunesMarcio NunesMarcio NunesMarcio NunesLuiza Dantas/Carta Z NotíciasLuiza Dantas/Carta Z NotíciasLuiza Dantas/Carta Z NotíciasLuiza Dantas/Carta Z NotíciasLuiza Dantas/Carta Z NotíciasLuiza Dantas/Carta Z Notícias



publicado por Tititi às 19:20 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 06.09.08

Cleomir TavaresCarolina Dieckmann, Giovanna Antonelli e Cláudia Abreu foram as donas da noite durante festa da novela Três Irmãs, na noite de sexta-feira, no Iate Clube do Rio de Janeiro. Elas incorporaram as Panteras em sessão de fotos logo no início do evento.

Dieckmann chegou acompanhada do marido, Thiago Worcman, e logo se enturmou com os outros actores. Giovanna Antonelli levou o namorado, o empresário Arthur Fernandes. O actor Rodrigo Hilbert, que está no elenco da festa, levou a namorada, a modelo Fernanda Lima.

Os convidados se divertiram com o Dance Heads, um software em que se filma as pessoas em um estúdio e, simultaneamente, as imagens de suas cabeças são inseridas em vídeos animados.

As actrizes Vera Holtz e Solange Couto eram algumas das mais animadas da festa. Elas inauguraram a pista de dança e chamaram todo mundo para dançar.

Três Irmãs, de Antônio Calmon, é a próxima novela das sete da TV Globo e tem direção de núcleo de Dennis Carvalho. A trama estréia no próximo dia 15. Cleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir Tavares

TV & Gente e EGO

Já agora fica aqui a chamada de elenco de Três Irmãs, que quando eu vi achei muito original, esta novela faz-me lembrar Como Uma Onda. 



publicado por Tititi às 15:47 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 26.08.08

Vários casais globais foram à comemoração do aniversário de 60 anos do actor Tony Ramos nesta segunda-feira, 26. Alexandre Borges e Júlia Lemmertz, Patrícia Pillar e Ciro Gomes, Edson Celulari e Claudia Raia, Tarcísio Meira e Glória Menezes, Cláudia Abreu e José Henrique Fonseca, entre outros famosos, foram à festa no apartamento do actor, no Rio de Janeiro. Também passaram pelo local as actrizes Christiane Torloni e Vera Holtz e o escritor Gilberto Braga.Fausto Candelaria/Photo Rio NewsFausto Candelaria/Photo Rio NewsFausto Candelaria/Photo Rio News

Não consegui fotos do aniversariante porque a festa foi em casa dele.



publicado por Tititi às 19:59 | link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 19.08.08

Aqui fica o teaser que está a passar na Globo e algumas fotos da novela que estreia a 15 de Setembro substituíndo Beleza Pura!as-irmas.jpgpraia.jpgvera-e-dennis.jpg2_dsc09414.jpg



publicado por Tititi às 22:20 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Vale a pena ver de novo

Disputa por Claudia Abreu...

Os queridinhos dos autore...

Patrícia Pillar recebe ma...

Concerto de Madonna no Ma...

Flora é a vilã mais perig...

Três Irmãs estreia com 33...

Festa de lançamento de Tr...

Aniversário de Tony Ramos...

O teaser e fotos da nova ...

comentários recentes
UMA TESUDAS IGUAL FEITO CUMU QUÉSSA DAI DOS FLÁVIA...
Essas mina, os ai de manueles das monti , como atr...
CA PRA NÓS, ESSA MANUELA DO MONTE, UMA DAS PIORES ...
SER DE UMAS BELAS MORENAS AI COMO ESSA MANUELA DE ...
TEU COMENTÁRIO TAR MUITOS FRAQUINHOS MEU AMIGUINHO...
MAS QUE MORENA DELICIOSA ESSA PRISCILA FANTIL MESM...
ESSA TESUDA MALUCA BELEZAS DA PRISCILA INFANTIL, T...
VONTADES QUEU TENHOS NESSA VIDAS BANDIDA!, SER DE ...
Esses ai os tesãozinho maneiro de morenas da manue...
Me marro uns monte nesse tesão divino des morenas ...
mais comentados
arquivos

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

links
VISITAS
Actores eleitos


Música

Outros blogs para visitar
tags

a favorita

alessandra negrini

alexandre borges

alinne moraes

ana paula arósio

antónio fagundes

ary fontoura

beleza pura

belíssima

bruno gagliasso

caco ciocler

camila pitanga

camila rodrigues

caminho das índias

caras e bocas

carmo dalla vecchia

carnaval

carolina dieckmann

carolina ferraz

cauã reymond

christiane torloni

christine fernandes

ciranda de pedra

cláudia abreu

claudia jimenez

cláudia raia

cléo pires

cobras & lagartos

dalton vigh

daniel de oliveira

daniele suzuki

danielle winits

débora falabella

deborah secco

desejo proibido

duas caras

edson celulari

elizabeth savalla

eterna magia

fábio assunção

fernanda lima

fernanda machado

fernanda montenegro

fernanda paes leme

fernanda vasconcellos

flávia alessandra

gianecchini

giovanna antonelli

glória menezes

grazi massafera

gustavo leão

henri castelli

ísis valverde

josé mayer

juliana paes

kayky brito

lázaro ramos

letícia birkheuer

lília cabral

malu mader

malvino salvador

manoela do monte

marcello antony

marcelo novaes

marcos pasquim

mariana ximenes

marjorie estiano

max fercondini

miguel falabella

murilo benício

murilo rosa

nathalia dill

negócio da china

nívea stelmann

o profeta

páginas da vida

paola oliveira

paraíso

paraíso tropical

passione

patrícia pillar

paula burlamaqui

pé na jaca

priscila fantin

rafael almeida

reynaldo

rodrigo hilbert

rodrigo phavanello

sete pecados

sic

suzana vieira

taís araújo

tarcísio meira

thiago lacerda

thiago rodrigues

tititi

tony ramos

viver a vida

vivianne pasmanter

wagner moura

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds