Quarta-feira, 03.12.08

Flora é a psicopata mais perigosa da dramaturgia brasileira Enquanto o cinema nos deu Hannibal Lecter, um canibal sedutor que, apesar de suas atrocidades, conseguiu seduzir milhões em todo o mundo, a tevê brasileira produziu alguém menos sanguinária, porém, igualmente cruel: Flora Pereira da Silva, interpretada por Patrícia Pillar, na novela A Favorita, da Globo. Mas, o que Flora e Hannibal Lecter têm em comum? “A Flora é uma psicopata grave, nota 10, feita brilhantemente por Patrícia Pillar. E ela reina na novela A Favorita. Não há ninguém que chegue aos seus pés, nas maldades”, definiu a escritora a OFuxico, deixando claro que Silveirinha (Ary Fontoura) e Dodi (Murilo Benício), embora maus e parceiros de Flora, não são psicopatas.  “Eles são apenas criminosos. Assim como Hannibal Lecter, que manipulava a agente do FBI (Clarice Starling) para conseguir seus objectivos, Flora também os utiliza para que suas maldades funcionem. "Psicopatas só irão se mover em função de poder, de status e de prazer. São mentirosos contumazes. Mentem com uma capacidade absurda e, quando são pegos na mentira, mentem ainda mais, na maior naturalidade. Eles têm essa incrível capacidade de articulação, de sedução dos outros e têm total ausência de culpa. Remorso, não sentem algum. E tudo isso é derivado de uma condição primária: a incapacidade para ter afecto.

A psicopatia não é uma doença. É uma maneira de ser. Isso é importante para diferenciá-los dos doentes mentais, que se desconectam da realidade, como foi o caso de Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), em Senhora do Destino”, explicou a médica.

Convidada por OFuxico, a psiquiatra analisou diversos vilões da dramaturgia brasileira e, assim, acabou chegando à conclusão de que muitos são psicopatas. Porém, as mulheres, quando comparadas aos homens, dão um banho no quesito maldade. Tanto que Flora ocupa o topo da lista. Confira:

MULHERES:

[flora.jpg]

Flora Pereira da Silva (Patrícia Pillar, A Favorita)
“Assim como Hannibal Lecter, Flora é incapaz de sentir amor pelos que a cercam, e isso inclui a filha Lara (Mariana Ximenes) e Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). No caso do Hannibal, muitos chegaram a achar que ele poderia amar a agente do FBI (Clarice Starling, interpretada por Jodie Foster). Mas, aquela atenção que ele dava a ela era apenas um ato de exibicionismo. Era para se mostrar intelectualmente, se vangloriar. A Flora não gosta do Zé Bob. Ela o quer por luxúria, como um brinquedo caro e difícil de ser conquistado. Flora é uma psicopata grave pois, além de matar, ela sente prazer em ver alguém morrer, como foi no caso da personagem de Juliana Paes, ao desligar os aparelhos e vê-la sufocar. Ela quer a sofisticação da perversidade. Flora é uma psicopata grave. Durante um tempo, achei que ela fosse moderada, que iria usar o Dodi e o Silveirinha para conseguir realizar suas maldades. Mas, com o passar da trama, verifiquei que ela mesma põe a mão na massa e sente enorme prazer em ver suas vítimas morrendo”. 

Laura Prudente da Costa (Cláudia Abreu, Celebridade)
"Com Odete Roitman (Beatriz Segall) e Bia Falcão (Fernanda Montenegro), forma a tríade das psicopatas comunitárias mais perfeitas da dramaturgia brasileira. Cláudia Abreu arrasou. Laura manipulou o personagem de Márcio Garcia, um criminoso meio Silveirinha, meio Dodi, para concretizar suas maldades. Interessante ressaltar que ela não o amava. Aquele choro, na morte dele, era de raiva por ter perdido um soldado fiel, um brinquedo de luxo que ela adorava. Era como se tivesse tipo perda total em seu Jaquar".

[bia.jpg]Bia Falcão (Fernanda Montenegro, Belíssima)
"Psicopata comunitária perfeita. Ou seja, era uma boa chefe, líder, mãe de família, muito bem-sucedida na sociedade. Ela torturava a filha e os demais e, mesmo pela netinha, não tinha amor algum. Psicopata disfarçada de executiva. Nota 10”.

Sílvia Pessoa de Moraes (Alinne Moraes, Duas Caras)
“Achei, em um momento da trama, que era borderline (as histéricas que são capazes de loucuras, de qualquer maldade, para preservar o objetivo de paixão). Mas depois, ela se mostrou perversa na forma total. Essa personagem se perdeu totalmente. Começou muito boazinha, virou histérica, ficou louca (psicótica) e acabou psicopata".

Maria de Fátima (Glória Pires, Vale Tudo)
"Psicopata fantástica, do tipo comunitária. Usou as pessoas, mentiu com a maior cara de pau, deu seus golpes sem qualquer escrúpulo e manipulou as pessoas, de forma a conseguir contornar tudo e se dar bem no final".

Cristina (Flávia Alessandra, Alma Gêmea)
"Era perfeita. Mas, na vida real, a loucura no final não ocorreria. Somente no fim da novela ela deixou de ser psicopata, transformando-se em louca".

Raquel (Glória Pires, Mulheres de Areia)
"Psicopata perfeita. Nota 10. Foi coerente do início ao fim. Ela foi uma criança, adolescente e adulta perversa, fria e calculista, com incrível capacidade para mentiras e sedução. E acabou como toda boa psicopata, não enlouquecendo e sendo coerente com sua história".

Marta (Lilia Cabral, em Páginas da Vida)
"Psicopata maravilhosa. Só não gostei no final, quando começou a ver a filha morta e deu uma surtada.  Mas ela, como psicopata, era muito coerente: humilhava a filha, o marido, o neto e quem passasse por sua frente, sem qualquer traço de remorso ou sentimento pelos demais.  E, quando lhe convinha, se fazia de vítima, confundindo os demais.  E ela mantinha o marido ao seu lado, só porque precisava de alguém para humilhar, o que lhe dava grande prazer.  Psicopata feita com muita maestria".

Bárbara (Giovanna Antonelli, em Da Cor do Pecado)
"Muito legal, foi coerente muito como psicopata, o tempo todo. Não surtou, não virou boazinha. Só tinha uma coisa: às vezes, tinha um senso de humor que parecia que confundia os outros, pois ela própria ria de suas maldades.  Como psicopata, está no meio-termo. Nota 9".

HOMENS:

Leôncio (Leopoldo Pacheco, A Escrava Isaura)
“Com certeza, é piscopata e do grau mais alto. Nota 10. Todas as suas maldades eram recheadas de requinte. Caso Isaura (Lucélia Santos), aceitasse seus apelos e se casasse ou se entregasse a ele, sua vida seria ainda pior. Porque ele seria aquele tipo de marido que tortura, que faria da esposa o grande brinquedo particular. E ele tinha prazer em ver o sofrimento que causava no rosto dela, e nos que atravessavam seu caminho”.

Olavo (Wagner Moura, Paraíso Tropical)
“Esse era psicopata mesmo, sem dúvida alguma, mesmo nos momentos em que se divertia com a Bebel (Camila Pitanga), gerando empatia no público. Foi muito bem feito, bem escrito e que, por isso, passava despercebido como psicopata. A gente achava que ele tinha carinho pela Bebel. Mas, no final, ele não hesitou em colocar a cabeça dela a prémio. Ele tinha prazer com ela, não amor. Aquilo não era afecto”.

Marconi Ferraço (Dalton Vigh, Duas Caras)
“Tinha tudo para ser um dos maiores psicopatas mas, no meio do caminho, até pela questão da audiência, seu personagem se perdeu. Marconi Ferraço era um psicopata que, no final, ficou bom. Justificou-se sua maldade com a infância atormentada. E com os psicopatas a coisa não funciona assim. Dependendo da audiência, a grande maioria dos vilões acaba sendo justificada ou enlouquecendo. E psicopatas não ficam bonzinhos ou enlouquecem. Se tivesse uma continuação de Duas Caras, provavelmente veríamos a Maria Paula (Marjorie Estiano), que lhe deu outra chance no final, sendo abandonada cruelmente novamente. Porque o psicopata não tem emoção, funciona apenas na razão".

 

PARECE, MAS NÃO É

Nazaré Tedesco (Renata Sorrah, Senhora do Destino)
"Não era psicopata. Tinha uma coisa mais de psicótica mesmo, de loucura. A Nazaré tinha uma hipersexualidade, era meio bipolar. E o psicopata típico não tem muito grilo com o sexo. O psicopata pratica o sexo para dominar o outro, aumentar seu ego, se vangloriar.  E isso nos faz lembrar do Olavo, de Wagner Moura. Geralmente, o homem psicopata é brilhante na cama. Por isso, muitas mulheres ficam presas a ele. Como ele não se deixa levar, estuda a mulher, vê onde ela mais tem prazer e usa isso como arma de controle. Olavo usava a Bebel para as artimanhas dele. E usava o sexo para dominar outras mulheres, como a noiva (Guilhermina Guinle), que lhe garantia status na sociedade".

Silveirinha (Ary Fontoura, A Favorita)
“É um criminoso, não é psicopata. Para funcionar, ele e Dodi precisam de uma mente perversa conduzindo-os, que é a Flora. Vale lembrar que o psicopata não precisa ser o que mata, mas precisa ser aquele que arquitecta, que manda. E é interessante ver que eles só começaram a ser criminosos, depois que ela começou a mandar. Eles só querem se dar bem. E é o que acontece na maioria das penitenciárias: cerca de 20% dos detentos são psicopatas e esses mandam na maioria, liderando rebeliões e maldades. Assim como Flora, que chegou a ficar presa, eles lideram o restante e os transformam em soldadinhos”.



publicado por Tititi às 16:45 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 25.05.08

Desde Senhora do Destino, Aguinaldo Silva tem mostrado uma outra face como autor. Após o realismo fantástico, explorado durante anos em suas tramas - herança de sua parceria com Dias Gomes -, o autor familiarizou-se com histórias mais realistas. E deu certo.

Enquanto Senhora do Destino teve uma das maiores médias do horário nos últimos dez anos, Duas Caras chega ao final esta semana com uma história mirabolante, mas convincente.

Diante do mosaico de preconceitos explorado em diversos casais inter-raciais e relacionamentos com vastas diferenças etárias, o que mais surpreendeu foi o principal casal romântico da novela: a história de Maria Paula e Ferraço/Adalberto, de Marjorie Estiano e Dalton Vigh.

A ousadia de mostrar a transformação de um vilão do início da história a um arrependido foi pouco convincente no início, mas emplacou. Dalton, que começou as gravações "pisando em ovos", com uma inexpressiva actuação, conseguiu amadurecer o personagem em nuances absolutamente subtis.

Já Marjorie foi mais apática como a mocinha revoltada roubada pelo marido. Sem derramar rios de lágrimas, como a maioria das protagonistas sofredoras, a actriz optou por uma condução mais fria na interpretação da personagem. Marjorie preferiu elaborar situações mais contidas para o papel. Tanto que, até sua volta para o vilão Ferraço parece ter sido friamente planejada.

Diante de mocinhos imprevisíveis, Aguinaldo explorou a passionalidade da história em casais inter-raciais. Tratou com delicadeza o início da relação de Evilásio e Júlia, de Lázaro Ramos e Débora Falabella. E com humor o quadrilátero amoroso de Bernardinho, Dália, Heraldo e Carlão, de Tiago Mendonça, Leona Cavalli, Alexandre Slavieiro e Lugui Palhares, além da dupla paternidade de Bernardinho e de Heraldo.

Mas foram alguns dos actores mais experientes que decepcionaram na trama. Renata Sorrah, como a insana Célia Mara foi uma releitura menos psicótica da divertida vilã Nazaré, que a actriz interpretou em Senhora do Destino.

O mesmo aconteceu com Susana Vieira e sua destemida Branca. Bastava ignorar a cabeleira platinada exibida pela personagem para reconhecer gestos de Branca muito parecidos com o da ex-retirante Maria do Carmo, na mesma trama anterior de Aguinaldo. Já José Wilker deixou a desejar com uma opaca actuação como Macieira. Ficou muito aquém do divertido bicheiro Giovanni Improtta, de Senhora do Destino.

O carismático Juvenal Antena, de Antônio Fagundes, foi a excepção entre as actuações mais maduras. Sucesso dividido com a hilariante socialite Gioconda, humanizada pelo trabalho cuidadoso de Marília Pêra.

Em meio aos veteranos, a jovem Alinne Moraes comeu pelas beiradas na trama das oito. Começou como uma dondoca deslumbrada até que o público passou a cobrar uma vilã de Aguinaldo Silva. Foi quando ele apostou em Alinne para a psicótica virada da personagem e deu destaque para a actriz. Do realismo fantástico, Aguinaldo herdou uma ousada imaginação e a diluiu em tramas mais naturalistas. Em Duas Caras, as facetas dos personagens encaixaram-se em fragmentos verossímeis de um caleidoscópio.

TV & Gente



publicado por Tititi às 22:32 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 23.05.08

Kiko Cabral/TV GloboAs cenas do casamento de Ferraço (Dalton Vigh) e Maria Paula (Marjorie Estiano), em Duas Caras, serão exibidas na Globo nesta sexta-feira e no sábado. As gravações aconteceram ontem próximo do Projac, em Jacarepaguá, Rio de Janeiro.

A cerimónia - realizada num cartório - contou com a presença de Juvenal Antena (Antonio Fagundes) e Barretão (Stênio Garcia), padrinhos dos noivos.

Antes de assinar o livro, Maria Paula hesita e o empresário a chama para conversar a sós. Ele pergunta o que deve fazer para que ela acredite em seu amor.

Maria Paula manda Ferraço se ajoelhar e dizer que a ama. Ele diz que não fará papel tão ridículo, mas ela ameaça cancelar o casamento. O empresário faz o que sua noiva deseja.

"Eu te amo, Maria Paula, eu não posso viver sem você e o Renato. Eu quero você como minha mulher, quero viver o resto da minha vida ao seu lado. Eu não teria assinado aquele acordo, não iria a Recife, não correria o risco de ser preso, se eu não te amasse, e quisesse sinceramente ficar com você", diz.

Feliz com a atitude, Maria Paula volta para a cerimónia. Ambos assinam os papéis e se tornam oficialmente casados. A comemoração é com um beijo no rosto, para espanto de todos.

Kiko Cabral/TV GloboKiko Cabral/TV Globo



publicado por Tititi às 22:27 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 21.05.08

Aqui estão as primeiras fotos do actor do mês!

Foto



publicado por Tititi às 17:05 | link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

Quinta-feira, 08.05.08

Dalton Vigh de Sousa Vales nasceu no Rio de Janeiro a 10 de Julho de 1964.

Dalton foi casado com a atriz Micaela Góes, irmã da também atriz Georgiana Góes.

Dalton deu entrada, com fortes dores lombares, no Hospital Barra D' Or, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, em 6 de setembro de 2007. O artista havia sofrido uma crise renal, tendo entrado no hospital às 7h30. Como não reagiu muito bem à medicação, teve de respirar com a ajuda de aparelhos,vindo a ter alta dias depois.

 

Televisão:

  • 2007 - Duas Caras como Adalberto Rangel / Dr. Marconi Ferraço
  • 2006 - O Profeta como Dr. Clóvis Moura
  • 2004 - Começar de Novo como Johnny
  • 2004 - Malhação como Professor Oscar Medeiros
  • 2003 - A Casa das Sete Mulheres como Luigi Rossetti
  • 2001 - O Clone como Sahid
  • 2000 - Vidas Cruzadas como Lucas (Rede Record)
  • 1999 - Andando nas Nuvens como Cícero
  • 1998- Pérola Negra como Tomás Álvares Toledo (SBT)
  • 1998 - Estrela de Fogo como Fernão (Rede Record)
  • 1997 - Os Ossos do Barão como Luigi (SBT)
  • 1996 - Xica da Silva como Frei Inquisidor Expedito (Rede Manchete)
  • 1995 - Tocaia Grande como Venturinha (Rede Manchete)

Cinema:

  • 2006 - Mulheres do Brasil
  • 2004 - Mais uma Vez Amor
  • 2004 - Vida de Menina
  • 1999 - Por Trás do Pano

Alinne Moraes e Dalton VighTítulo da Matéria



publicado por Tititi às 18:01 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 15.02.08

Grande parte do elenco de Duas Caras reuniu-se numa festa, na noite desta quinta-feira, no Rio. Alinne Moraes, Dalton Vigh e Antônio Fagundes foram alguns dos presentes.

Susana Vieira e Flávia Alessandra levaram os seus respectivos maridos, Marcelo Silva e o actor Otaviano Costa, ao evento realizado na casa de shows Fórmula do Gol.

Lázaro Ramos, que interpreta Evilásio na trama, não foi acompanhado da mulher Taís Araújo, que estava em São Paulo para um evento.

Um convidado da festa disse ter visto Sheron Menezes, a Solange da trama, e Alexandre Slaviero, o Heraldo, aos beijos. O actor deixou o evento dez minutos depois que Sheron.



publicado por Tititi às 21:27 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 05.11.07

Os wallpapers! Já está a dar Duas Caras!



publicado por Tititi às 22:17 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 19.09.07

Após ser protagonista de O Profeta, Paola Oliveira entra para o elenco de Beleza Pura, próxima novela das 19h da TV Globo, segundo a coluna Outro Canal da Folha de S.Paulo.

Zezé Polessa é outra novidade do elenco, que tem como protagonista Regiane Alves.

Edson Celulari, Rodrigo Veronese, o Lucas em Paraíso Tropical, Bruno Mazzeo, Ísis Valverde e Gustavo Leão também estarão na novela.

Apesar do assédio da Globo, Marcos Palmeira não aceitou o convite para actuar em Beleza Pura por conta de seus projetos no cinema.

Os protagonistas de Duas Caras, Dalton Vigh e Marjorie Estiano, lançaram a nova novela das 20h da TV Globo nesta quarta-feira, no Rio.

Vigh foi o último a chegar à cidade cenográfica da favela da Portelinha, no Projac, em Jacarepaguá, pois estava se descaracterizando após gravação. Para retirar a maquiagem que modifica seu rosto - que conta ainda com uma prótese de gelatina no nariz - é preciso cerca de meia hora.

Na trama, ele viverá o vilão Adalberto, que se submete a várias cirurgias e troca de nome após dar um golpe em Maria Paula (Marjorie Estiano), herdeira de uma grande fortuna.

"A novela conta a história da obsessão que as pessoas têm em mudar, seja fisicamente, de personalidade, de nome e até de país. Acho que o brasileiro se reconhecerá na trama", explica o diretor Wolf Maia ao apresentar a novela.

"Estamos trabalhando para essa novela ser um sucesso. A produção está toda encantada com esse trabalho e esperamos que o telespectador também se envolva", afirma.

Estavam presentes, entre outros, os actores Susana Vieira, Marília Pêra, Antonio Fagundes, Alinne Moraes, Totia Meireles, Vanessa Giácomo, Renata Sorrah, Flávia Alessandra, Stênio Garcia e Letícia Spiller.

Duas Caras estréia no dia 1º de outubro com texto de Aguinaldo Silva.



publicado por Tititi às 21:37 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 23.08.07

Grazielli Massafera, 24 anos, mudou o visual e cortou os longos cabelos para viver Florinda, sua personagem em Milagre do Amor, título provisório da próxima trama das 18h da Globo.

O corte de Grazi, uma releitura dos anos 30, foi inspirado nas actrizes Rita Hayworth e Katharine Hepburn, segundo a figurinista da TV Globo Marília Carneiro.

Em Milagre do Amor, que se passa na cidade fictícia de Passaperto, em Minas Gerais, Florinda será uma das filhas do prefeito Viriato (Lima Duarte) com Magnólia (Nivea Maria).

A actriz Camila Rodrigues também cortou os cabelos para a nova trama global.

Paraíso Tropical

A participação de Deborah Secco, 27 anos, em Paraíso Tropical como a prostituta Betina aumentou a audiência da trama, segundo informações da coluna Zapping do jornal Agora.

A cena em que Betina seduziu e algemou Olavo (Wagner Moura) na cama, apenas de calcinha e sutiã, deu à novela global 51 pontos no Ibope, maior média da trama desde sua estréia.

Betina foi contratada por Bebel (Camila Pitanga) para acabar com o casamento de Olavo e Alice (Guilhermina Guinle). Mas o plano não dará certo e Alice perdoará o empresário.

Cada ponto no Ibope equivale a 54 mil domicílios, ou 176 mil pessoas, na Grande São Paulo.

 

Alessandra Negrini, 36 anos, e Bruno Gagliasso, 25, gravaram nesta quarta-feira as cenas em que seus personagens em Paraíso Tropical, da TV Globo, fogem por um telhado e pelo trilho do bonde de Santa Tereza, no Rio.

Alessandra e Gagliasso não usaram dublê e se protegeram com um cabo de aço amarrado na cintura.

A fuga de Taís começa quando ela e Ivan se encontram num motel na Lapa, no Rio. O casal, porém, é abordado por policiais. Ivan foge pela janela e os dois sobem para o telhado.

Para conseguir escapar da polícia, Taís vai chantagear Antenor (Tony Ramos) para receber US$ 1 milhão em troca do seu silêncio. Ela é a única que sabe que o empresário ofereceu dinheiro para separar Paula e Daniel (Fábio Assunção).

Os últimos passos de Taís serão de desespero, até ser encontrada morta por Daniel, no chão da cozinha do apartamento em que ele mora com Paula.

Mais fotos em: http://exclusivo.terra.com.br/interna/0,,OI1849278-EI7811,00.html

Duas Caras

Os actores Tarcísio Meira, Dalton Vigh, Carol Holanda, Bernardo Mesquita e André Luiz Frambach gravaram cenas da novela Duas Caras em Recife, Olinda e na Ilha de Itamaracá, em Pernambuco.

Na trama, Tarcísio Meira vive o estelionatário Hermógenes, que compra o menino Juvenaldo (André Luiz Frambach) de seu pai, (Everaldo Pontes), em uma favela da praia de Boa Viagem.

O garoto cresce e muda o nome para Adalberto Rangel, interpretado por Dalton Vigh, que será o protagonista da nova trama de Aguinaldo Silva.

Nas ruas da Ilha de Itamaracá, o actor Tarcísio Meira foi cercado pela multidão, e visitou a casa de fãs.



publicado por Tititi às 15:06 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 02.08.07

A telenovela que vai substituir Paraíso Tropical, com estreia marcada para 1 de Outubro, começou a ser gravada em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, nas filmagens participaram Marjorie Estiano (protagonista), Vanessa Giácomo, dalton Vigh (que interpreta mais um vilão), Caco Ciocler e Totia Meirelles. A novela é da autoria de Aguinaldo Silva e a primeira opção para protagonista era Carolina Dieckmann tal como aconteceu em Senhora do Destino, mas esta engravidou (antes ela também estava cotada para viver a Beatriz de Sete Pecados, que já tinha passado por Flávia Alessandra e Mariana Ximenes mas acabou ficando para Priscila Fantin).

 

Adalberto Rangel será o segundo vilão consecutivo interpretado por Dalton Vigh. Na primeira fase, ele casa-se com a ingénua Maria Paula, personagem de Marjorie Estiano. A actriz conquistou a sua primeira protagonista numa trama das oito da Globo.

Na segunda fase, após diversas cirurgias plásticas, Adalberto aparece com o nome de Marconi Ferraço, um bem-sucedido advogado - também interpretado por Dalton Vigh - que se envolverá com Silvia, de Alinne Moraes. Ela será a vilã da história, ao lado de sua mãe Branca, interpretada por Susana Vieira.



publicado por Tititi às 14:54 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Flora é a vilã mais perig...

Duas Caras surpreendeu

Fotos do casamento de Mar...

Fotos do Dalton Vigh

Biografia do Dalton Vigh

Elenco de Duas Caras come...

Wallpapers de Duas Caras

Paola em novela em 2008/L...

Notícias!

Duas Caras começa a ser g...

comentários recentes
CA PRA NÓS, ESSA MANUELA DO MONTE, UMA DAS PIORES ...
SER DE UMAS BELAS MORENAS AI COMO ESSA MANUELA DE ...
TEU COMENTÁRIO TAR MUITOS FRAQUINHOS MEU AMIGUINHO...
MAS QUE MORENA DELICIOSA ESSA PRISCILA FANTIL MESM...
ESSA TESUDA MALUCA BELEZAS DA PRISCILA INFANTIL, T...
VONTADES QUEU TENHOS NESSA VIDAS BANDIDA!, SER DE ...
Esses ai os tesãozinho maneiro de morenas da manue...
Me marro uns monte nesse tesão divino des morenas ...
ESSA MORENAS AI DE MANUÉLAS DA MONTE, UMA TESUDA D...
OLHA MEU MIGUINHO JOCESI JR, QUEU TO MUITO LOUCO P...
mais comentados
19 comentários
4 comentários
arquivos

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

links
VISITAS
Actores eleitos


Música

Outros blogs para visitar
tags

a favorita

alessandra negrini

alexandre borges

alinne moraes

ana paula arósio

antónio fagundes

ary fontoura

beleza pura

belíssima

bruno gagliasso

caco ciocler

camila pitanga

camila rodrigues

caminho das índias

caras e bocas

carmo dalla vecchia

carnaval

carolina dieckmann

carolina ferraz

cauã reymond

christiane torloni

christine fernandes

ciranda de pedra

cláudia abreu

claudia jimenez

cláudia raia

cléo pires

cobras & lagartos

dalton vigh

daniel de oliveira

daniele suzuki

danielle winits

débora falabella

deborah secco

desejo proibido

duas caras

edson celulari

elizabeth savalla

eterna magia

fábio assunção

fernanda lima

fernanda machado

fernanda montenegro

fernanda paes leme

fernanda vasconcellos

flávia alessandra

gianecchini

giovanna antonelli

glória menezes

grazi massafera

gustavo leão

henri castelli

ísis valverde

josé mayer

juliana paes

kayky brito

lázaro ramos

letícia birkheuer

lília cabral

malu mader

malvino salvador

manoela do monte

marcello antony

marcelo novaes

marcos pasquim

mariana ximenes

marjorie estiano

max fercondini

miguel falabella

murilo benício

murilo rosa

nathalia dill

negócio da china

nívea stelmann

o profeta

páginas da vida

paola oliveira

paraíso

paraíso tropical

passione

patrícia pillar

paula burlamaqui

pé na jaca

priscila fantin

rafael almeida

reynaldo

rodrigo hilbert

rodrigo phavanello

sete pecados

sic

suzana vieira

taís araújo

tarcísio meira

thiago lacerda

thiago rodrigues

tititi

tony ramos

viver a vida

vivianne pasmanter

wagner moura

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds