Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Foto: Casamento Juliana Paes - 12

O que se viu nesta terça-feira, 9, no Itanhangá Golf Club, no Rio – onde foi realizada a cerimónia de casamento da de Juliana Paes com Carlos Eduardo Baptista, foi além da expectativa.
Por volta das 16h, a equipe de cerimonialistas davam os últimos retoques ao local para a festa que estava marcada para às 20h. No hotel Fasano, em Ipanema, Zona Sul do Rio, Juliana Paes começava a ser maquiada por Alê de Souza, e assistida por Samuel Cirnansck, estilista que fez o vestido da actriz.
Às 19h50, Juliana Paes deixou o hotel a bordo de um Mercedes. Lindíssima e sorridente. Apesar do atraso - comum a qualquer noiva, mas indesejado pela actriz (ela queria se casar às 20h em ponto por causa de uma análise numerológica) - Juliana conseguiu algo quase impossível no Rio de Janeiro: burlar o mau tempo que fazia na cidade, e que pontuou o dia com garoas de chuva, e também o trânsito da hora do rush. A actriz levou apenas 25 minutos de Ipanema, na Zona Sul do Rio, até o bairro do Itanhangá, na Zona Oeste.  

 

Felicidade urgente para todos

Enquanto Juliana seguia para o seu grande momento, os convidados chegavam ao local da festa. “Hoje é um dia muito feliz para mim, pois fui eu que apresentei o Dudu para a Juliana. Graças a Deus", afirmou o actor Marcelo Faria, um dos padrinhos do noivo, ao lado da namorada, a actriz Isis Valverde, na chegada ao casamento. Deborah Secco, outra madrinha do casório, e que chamava atenção pelo decote generoso e pelos brilhos, também estava emocionada. 

Déborah Secco: decotada e feliz por Juliana Paes

"Não penso em me casar tão cedo, mas estou muito feliz por minha amiga. Comprei um presente para ela que, com certeza, será inesquecível", disse ela fazendo mistério.
Às 20h30, Juliana Paes realizava o seu sonho, e entrava no local reservado para a cerimónia no Itanhangá Golf Club para dizer “sim” a Carlos Eduardo Baptista. Linda.
Gil Rodrigues

Foto: Casamento Juliana Paes - 3

Foto: Casamento Juliana Paes - 6

Foto: Casamento Juliana Paes - 5

Foto: Casamento Juliana Paes - 10

Foto: Casamento Juliana Paes - 14

Foto: Casamento Juliana Paes - 15

Felipe Panfili/Ag News

Fonte: EGO, TV & Gente, Contigo e Quem. Mais fotos nos sites das publicações.

O casamento foi dos mais falados ultimamente, a noiva estava muito bonita, só me resta desejar felicidades!



publicado por Tititi às 16:09 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Claudia Raia afirmou, em entrevista publicada na Folha desta quinta-feira (7 de agosto), que a partir de agora "o sistema carcerário será o grande vilão" de Donatela, personagem vivida pela actriz na novela global "A Favorita". A íntegra da entrevista está disponível apenas para assinantes do UOL e do jornal.

"Eu só fiz drama em 'Engraçadinha' [1995] e em 'Torre de Babel' [1998]. A Donatela é um papel muito difícil, tenho que estar muito atenta porque não posso usar nada meu nesse personagem. Ela não tem nada de mim. É sofredora, tem uma origem pobre, não tem sensualidade, é uma sobrevivente do inferno", disse ainda Raia sobre a personagem.

Na reportagem de Laura Mattos e Fábio Grellet, o autor da novela, João Emanuel Carneiro, revelou ainda que nos próximos capítulos de "A Favorita", Flora (Patrícia Pillar) irá assassinar Maíra (Juliana Paes).

"Ela não é uma serial killer, mas é uma esquizofrênica, quer ser a Donatela, ter tudo o que ela tem", afirma o autor.

Cláudia Raia (à esq.) revela que o sistema carcerário será seu vilão após Flora (Patrícia Pillar, à dir.) será "sistema carcarário"A Folha de São Paulo



publicado por Tititi às 15:54 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Aos 37 anos, Carmo Dalla Vecchia faz sua estréia como o galã de uma trama das 9 da Globo. E, como Zé Bob, promete fazer muita mocinha suspirar. É que o jornalista investigativo é daqueles que não deixam passar um rabo de saia perto dele. Logo de cara, Zé Bob se envolve com Flora (Patrícia Pillar), Donatela (Claudia Raia) e Alícia (Taís Araújo). "E tem outra história por aí", adianta, sem revelar que personagem feminino também cairá em sua rede. Longe da telinha, no entanto, Carmo garante que tem um perfil muito diferente do repórter sedutor. "Sempre fui quietinho", diz, para, em seguida, revelar o que uma pessoa precisa ter para conquistá-lo. "Ser sincera. Só isso." Fofo assim e ele ainda anda solteiro. Pode?

Estreia tranquila
Antes da estreia de A Favorita, durante a coletiva para a imprensa, Carmo Dalla Vecchia só tinha uma preocupação: como a família reagiria ao ouvir o nome da cadela (da raça labrador) de Zé Bob. "É que ela se chama Vilma, o mesmo da minha avó que acabou de falecer. Olha que situação! Quando minhas tias virem, não vão achar graça nenhuma", falava com bom humor. E quanto a protagonizar uma novela das 9 da Globo? O ator jura que encara o posto com naturalidade. "Não muda nada. É uma produção que tem uma audiência muito maior que a de outros horários, mas, por exemplo, com Cobras & Lagartos, tivemos ibope de novela das 8", justifica.

Pelo avesso
O ator vai logo avisando: Zé Bob não é um herói tradicional. "É um mocinho de pé quebrado, que está passando pela crise dos 40. Pegou todas as mulheres que quis e hoje não tem nenhuma. Tem só uma cachorra dentro de casa", avalia Carmo, que faz questão de dizer que vive um momento bem diferente do personagem, apesar da aproximação com a idade redonda. "Para mim, está tranqüilíssimo. Minha crise foi cedo, aos 30 (risos)", diz. O motivo? Perceber que não era mais uma criança. "Você toma certas responsabilidades que não dá mais para voltar atrás. Você já passou por tudo, já experimentou um pouco mais da vida", filosofa.

Do outro lado da notícia
Carmo não mediu esforços para dar vida ao repórter Zé Bob e mergulhou de cabeça no universo do jornalismo durante três meses. "Fui a várias redações em São Paulo (incluindo a da Contigo!, revista da Editora Abril) e no Rio. Saí a campo com os jornalistas, para investigar a máfia do jogo do bicho, a máfia dos transportes, do lixo coletivo...", conta o galã, que ficou impressionado com o que ouviu em suas excursões. "A gente sabe que existe, mas escutar pessoalmente é muito difícil. Assim tipo... 'Quem vota não lê jornal. O eleitor não lê jornal'. É muito cruel ouvir isso da boca de um político", lamenta.

Um mito boêmio
O solteiríssimo Carmo garante que está muito distante da agitação romântica de seu personagem. Aliás, o ator até fica em silêncio por uns segundos para lembrar se já teve alguma fase galinha. "É, o efeito Zé Bob comigo foi muito rápido, muito rápido", responde, enfim. Não foi à toa que o ator se interessou pela vida do jornalista Tarso de Castro, editor de O Pasquim e morto em 1991. "Eu li a biografia dele, que tinha esse caráter, pegava muitas mulheres, o visual parecido com o meu...", explica o gato.

Nasce um garanhão?
Além de honestíssimo jornalista, Zé Bob tem uma outra característica marcante: é supermulherengo. "Ele terá uma relação com Flora (Patrícia Pillar), Donatela (Claudia Raia), Alícia (Taís Araújo) e mais uma personagem", adianta. José Mayer (o celibatário Augusto César da trama), famoso por seus personagens sedutores, teria passado o bastão? Carmo dá uma gargalhada e sai pela tangente. "Não, o Zé Mayer está muito bem, está com Juliana Paes", afirma, referindo-se a Maíra, que, na história, se apaixona pelo personagem do veterano.

Revista Minha Novela



publicado por Tititi às 13:09 | link do post | comentar | favorito

Domingo, 7 de Setembro de 2008

abril.com.brA actriz Claudia Raia, 41 anos, exibe um visual “guerreira” na nova fase da personagem Donatela, na novela “A Favorita” (Globo). Para se passar por Diva (Giulia Gam), a perua cortou as madeixas na cadeia na noite de quarta-feira (27), e já exibe um novo visual desde quinta-feira (29).
No look de estréia da nova fase, os longos fios deram espaço para um cabelo curtíssimo e mais escuro. “Achei o corte maravilhoso. A Donatela é uma Joana d'Arc, é uma mártir. Ela precisava exorcizar o passado para seguir em frente”, explica a atriz.
O responsável pela transformação foi o hair stylist Wanderley Nunes, dono do salão Studio W, que também assina o corte de globais como Christine Fernandes e Letícia Spiller. A inspiração para compor o look veio das actrizes hollywoodianas Katie Holmes e Winona Hyder.
abril.com.br
“A idéia era fazer um corte prático, lindo e fácil para ela e para qualquer pessoa que for arrumá-la”, diz Wanderley. “Como ela é uma mulher alta, que passa a sensação de força, busquei um cabelo que pudesse suavizar a sua expressão”, conta.
Claudia Raia concorda que o novo cabelo facilitou sua vida. “Acho que está incrível e é muito fácil de cuidar. Eu lavo e o deixo ao natural”. Em sua rotina de beleza, a actriz diz que só não dispensa o uso do óleo Semi di Lino, da Alfaparf, que destaca os fios repicados.
Antes de iniciar as tesouradas, o cabeleireiro fez uma consultoria com o chefe de caracterização da trama, Alê de Souza, com o director Ricardo Wadhington e com o próprio autor João Emanuel Carneiro, além de ouvir a opinião de Claudia Raia.
abril.com.br 
O processo de mudança do visual demorou quatro horas para ser finalizado. Wanderley Nunes cortou 30 centímetros do cabelo da actriz, fez hidratação, escureceu os fios para um tom de castanho escuro, deixou as pontas mais claras e aplicou uma escova progressiva, feita pelo cabelereiro Daniel Chabaribery da sua equipe do Studio W.
Para quem quer aderir ao mesmo estilo da intérprete de Donatela, Nunes acrescenta que cabelos curtos caem bem em mulheres com traços delicados, e também as deixam com uma aparência mais jovial. A regrinha de ouro para o comprimento é sempre a mesma: a praticidade. “O cabelo curto ideal é aquele que vem para facilitar a vida da pessoa, sem que precise tomar muito tempo do dia para cuidar dele”, recomenda.



publicado por Tititi às 15:02 | link do post | comentar | favorito

Sábado, 6 de Setembro de 2008

Cleomir TavaresCarolina Dieckmann, Giovanna Antonelli e Cláudia Abreu foram as donas da noite durante festa da novela Três Irmãs, na noite de sexta-feira, no Iate Clube do Rio de Janeiro. Elas incorporaram as Panteras em sessão de fotos logo no início do evento.

Dieckmann chegou acompanhada do marido, Thiago Worcman, e logo se enturmou com os outros actores. Giovanna Antonelli levou o namorado, o empresário Arthur Fernandes. O actor Rodrigo Hilbert, que está no elenco da festa, levou a namorada, a modelo Fernanda Lima.

Os convidados se divertiram com o Dance Heads, um software em que se filma as pessoas em um estúdio e, simultaneamente, as imagens de suas cabeças são inseridas em vídeos animados.

As actrizes Vera Holtz e Solange Couto eram algumas das mais animadas da festa. Elas inauguraram a pista de dança e chamaram todo mundo para dançar.

Três Irmãs, de Antônio Calmon, é a próxima novela das sete da TV Globo e tem direção de núcleo de Dennis Carvalho. A trama estréia no próximo dia 15. Cleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir TavaresCleomir Tavares

TV & Gente e EGO

Já agora fica aqui a chamada de elenco de Três Irmãs, que quando eu vi achei muito original, esta novela faz-me lembrar Como Uma Onda. 



publicado por Tititi às 15:47 | link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

Aos 13 anos de carreira e após circular por inúmeros canais de TV, Carmo Dalla Vecchia encara atualmente seu papel de maior importância. Ele é Zé Bob, o jornalista que vive entre as protagonistas Flora e Donatela na novela das oito "A Favorita". Apesar do comportamento pacato e ético de Zé Bob, Dalla Vecchia se interessa mais pelo lado inquieto e pouco acomodado do personagem.
Em "A Favorita", o jornalista não tolera injustiça e vai fundo até descobrir o que quer, seja pela profissão, seja por ideologia. Uma personalidade inquieta, sem dúvida. "Ele é um cara brigão, polêmico. É um mocinho de esquerda que, quando percebe o lado frágil de alguém, vai lá e cutuca, como um bom jornalista deve ser", avalia.
Outra característica marcante do personagem é seu lado galanteador. Zé Bob é uma espécie de "Don Juan". Pai da filha de Rita (Christine Fernandes) com quem passou apenas uma noite na juventude. Zé Bob já se envolveu com Flora (Patrícia Pillar), Alicia (Taís Araújo) e viveu um romance de idas e vindas com Donatela (Cláudia Raia). "Ele é independente, solar e idealista. Isso fascina as mulheres", acredita o actor, que sente na pele as consequências de tal fascínio.
Dia desses, ele estava na academia quando uma senhora virou-se para ele e disse, sem maiores pudores: "Faz uma entrevista comigo? Depois eu digo o assunto que nós vamos conversar...". É claro que Carmo ficou sem reação. "Gente, era uma senhora aparentemente recatada! Acho que elas têm uma liberdade maior em falar as coisas sem ficar grosseiro", diverte-se.
Aos 37 anos, Carmo encara com serenidade seu primeiro protagonista no horário nobre. "Se tivesse essa ambição quando comecei, provavelmente em algum momento da minha carreira iria me frustrar", pondera. Desde que saiu de Santa Maria, cidade gaúcha onde foi criado --ele nasceu em Carazinho, interior do Rio Grande do Sul--, o actor teve de batalhar bastante.
Quando chegou ao Rio de Janeiro, aos 23 anos, Carmo trabalhou como vendedor de loja para pagar seus cursos de teatro. No ano seguinte, em 1995, ele estreou na TV em "Engraçadinha... Seus Amores e Seus Pecados". Depois foi para a Band, onde actuou em "Perdidos de Amor". Desde então, Carmo entrou e saiu algumas vezes de emissoras como Record e SBT.
Sua volta definitiva para a Globo só aconteceu em 2004, em "Começar de Novo". Mas seu primeiro papel de destaque foi o Luciano de "Cobras & Lagartos", de 2006. "Às vezes isso é difícil de entender, porque acham que o actor só faz o que seu ímpeto artístico lhe diz. Mas precisamos sobreviver, pagar as contas... Inegavelmente consegui melhorar a qualidade do meu trabalho graças às condições de trabalho difíceis que tive em outras emissoras", afirma.
Paralelamente à novela, Carmo está em cartaz nos cinemas com o filme "Onde Andará Dulce Veiga?", de Guilherme de Almeida Prado. No longa, ele é Raudério, um homossexual viciado em heroína que enlouquece e acredita ser a própria Dulce Veiga, vivida por Maitê Proença. "Precisei da ajuda de um psicanalista para compor esse personagem, entendê-lo", reforça.
Apaixonado por ficção científica, Carmo não esconde um de seus maiores sonhos profissionais: fazer um filme nesses moldes. "É uma paixão de infância. Aos quatro anos, sonhei que era o Luke Skywalker, quando ele ainda nem tinha sido inventado", recorda, aos risos.
Simpático e articulado, o actor só fecha o semblante quando o assunto é a exposição exacerbada da profissão. "Meu foco é meu trabalho. O grande interesse de um actor não pode ser estampar capa de revista, fazer comercial nem ter de ir a festas badaladas para aparecer. Acho isso uma visão distorcida", pontua.

Tirado de UOL Televisão



publicado por Tititi às 15:10 | link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008

Das telas para a passarela. Parece que Claudia Raia está gostando desse negócio. Na última quinta-feira (28/8/2008), a actriz desfilou para Wanderley Nunes no Hair Fashion Show. No sábado (30/8), ela repetiu a dose e participou do desfile da grife infantil Monne, na Maison Monne, de Neusinha Farina, em São Paulo.
Mãe de Enzo, de 11 anos, e Sophia, 5, a actriz participou do evento dedicado às mamães e aos seus pequenos. Também pisaram na passarela da Monne, Virginia Novick e o pequeno Gabriel, Paulo Borges e seu filho adotivo, Maythe Birman, com André e Alan, Carlos Alberto de Nóbrega, Andréa de Nóbrega e os filhos, Jair Oliveira e a pequenina Isabela e Gigi Monteiro e o filho Pedro.

Foto: Claudia Raia no desfile da grife infantil Monne - 0

Foto: Claudia Raia no desfile da grife infantil Monne - 4



publicado por Tititi às 13:09 | link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Carmo Della Vecchia nasceu em Carazinho a 21 de Agosto de 1971.

Televisão:

  • 2008 - A Favorita .... Zé Bob (José Roberto Duarte)
  • 2006 - Cobras & Lagartos .... Luciano Botelho
  • 2006 - JK .... Carlos Vasconcelos
  • 2005 - Sob Nova Direção .... Aldo
  • 2004 - Começar de Novo .... Tenório
  • 2004 - Linha Direta .... Alberto Jorge Bandeira
  • 2004 - Seus Olhos .... Sérgio
  • 2003 - A casa das Sete Mulheres .... Batista
  • 2001 - Pícara Sonhadora .... Inácio
  • 2000 - Chiquititas Brasil .... Rian
  • 1998 - Serras Azuis .... Silvaninho
  • 1997 - Canoa do Bagre .... João
  • 1996 - Perdidos de Amor .... Dalton
  • 1995 - Cara e Coroa .... Fabinho
  • 1995 - Engraçadinha... Seus Amores e Seus Pecados .... Durval

Cinema:

  • 2008 - Onde Andará Dulce Veiga? - Rauderio
  • 2000 - Cronicamente inviável

 



publicado por Tititi às 14:18 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Não pus a biografia dela porque da outra vez que ela foi actriz do mês já fiz isso, então por agora fica esta entrevista que ela deu à revista Contigo! à umas semanas. Não percam hoje o capítulo às 22:40!

Foto: Claudia Raia - 6

Você a conhece? Sabe que é controladora, deixa bilhetes pela casa para a empregada, é mais delicada do que parece na TV, que apimenta o relacionamento raptando o marido para uma noite fora de casa? Confira a entrevista...

Ela está sempre correndo. São 120 laudas semanais de Donatela, de A Favorita, para decorar. Mas Claudia Raia ri. E brinca com a mudança de sua personagem, um dos assuntos mais falados da semana. Vamos no ritmo de Claudia... Ela adora sua boca. É controladora. É dona-de-casa, sim, e faz rondas. Está casada há 15 anos com Edson Celulari, 50 anos, algo raríssimo no meio artístico. Adora fazer cócegas no filho, Enzo, 11, até que implore pelo ''amor dos céus'' para que a mãe pare - e ele e Sophia, 5, podem pular para a cama dos pais pra dormirem juntos a hora que quiserem. Claudia é linda, mais do que na TV, e diz não fazer a menor idéia de como chegou assim aos 41. Tem horror a acordar cedo, mas acorda. Sai de cara lavada na rua, até com grampos, como o fez quando chegou para a entrevista com Contigo!, em uma tarde de sábado, em São Paulo. Faz terapia há oito anos. Actualmente, não vai ao cinema, não vai ao teatro, não sai para jantar com Edson e não lê nada. Ah, mas ouve o rap romântico Dilemma, de Kelly Rowland, em seu iPod. Calça 38 e diz que não tem base para seu 1,80 metro, por isso vive caindo. É uma pessoa família e completamente devotada a Edson, pode acreditar. O que mais você quer saber sobre Claudia? Ela mesma responde...

Aos 41 anos, você é uma mulher linda, tem uma carreira de sucesso, uma família perfeita. Falta alguma coisa?
Falta todo o resto da vida pra ser vivido, com saúde. Mas não tenho mais nada a pedir, só a agradecer. A vida me deu muito. Oportunidades, a chance de ter construído a família que eu construí, de ter encontrado Edson. Quando eu tinha 13 anos, o meu mentor, Lennie Dale (coreógrafo americano que viveu no Brasil a partir da década de 60), me disse: ''Você nasceu com duas coisas: sorte e talento. Se você não for uma estrela, eu a mato''. Isso foi uma ameaça quase de morte (risos)!

Mas não tem nenhum sonho por realizar?
Ah, tenho vários. Um deles é ter outro filho. Mas não sei se conseguiria. Teria de mudar toda a logística da minha vida. Eu trabalho muito e ter mais um bebê agora seria complicado. Enzo não quer, acha que vai ficar puxado para mim. Já Sophia, quer. Edson também quer. Mas ele acha que isso é uma decisão minha: se dou conta, se quero fazer isso com meu corpo, com minha carreira.

Como é a rotina da família quando vocês estão gravando?
Edson está no fim de Beleza Pura, está mais tranquilo. Eu estou em um ritmo intenso. Ele fica com nossos filhos no fim de semana, e eu estou aqui (em São Paulo).

Você e o Edson têm uma história atípica na Globo, estão casados há 15 anos, com filhos, estáveis num meio em que há muito relacionamento começando e acabando...
Não é na Globo, é na vida. Quantos casais você conhece que estão juntos há muito tempo? Poucos, né! Na Globo ficamos expostos. As pessoas admiram, curtem. Somos mesmo uma dupla e somos queridos assim.

Depois de 15 anos casada, que recursos você usa para apimentar a relação?
Meus truques, não conto, mas que o sexo continua apimentado, continua! E Edson também participa, não dá pra fazer nada sozinha (risos). Vamos mudando de pimenta, uma hora é a dedo-de-moça, outra é o tabasco (risos).

Deve ter algo que você usa quando quer se sentir mais sexy...
Ah, esses são meus truques de mulher, e não vou lhe falar o que eu uso pra seduzir o Edson, né?

É mais no sentido de se sentir bonita e sensual...
Acho que nada deixa você sensual. É um estado de espírito, é um desejo que vem de dentro. Agora tem mil coisas: tem a calcinha especial, o vestido bacana. Ou tem um programa diferente, uma noite em que você rapta o marido e vai dormir em outro lugar...

O que faria você terminar seu casamento?
Edson é a minha outra metade, desde que o conheci, nunca me passou algo assim pela cabeça. Pensar em me separar seria o mesmo que pensar em morrer. Detestamos ficar separados. É um grude. Se a cama pudesse ser menor, seria ótimo. Mas vamos aumentando o tamanho da cama porque os filhos vêm dormir com a gente, pra caber todo mundo. Quando estão com muita saudade, as crianças se aconchegam com a gente.

Na rotina doméstica, vocês dividem, por exemplo, banheiro?
Eu e Edson temos banheiros separados. Acho fundamental para não perder a magia, o encantamento. É um momento muito particular. E não tem de ser dividido com a pessoa que é apaixonada por você.

Naquele início de relacionamento, quais foram as características do Edson que chamaram sua atenção?
Inteligência... Mas ouvi da minha terapeuta o seguinte... Um dos fetiches do homem é humilhar a mulher, ele tem uma tendência natural a diminuir a mulher. E o que enaltece a mulher é um homem que está livre desse monstro do machismo, dessa insegurança. O Edson é uma dessas excepções. Ele está o tempo todo disponível, opinando, sendo sincero. Ele sabe colocar uma mulher pra cima. Ele sabe impulsionar uma mulher. Eu acho, sim, que atrás de uma grande mulher, há um grande homem.

Você sente ciúme dele?
Ciúme eu tenho. Ele é adorável! Mas não tem nada que eu possa fazer, não tem como eu ficar cuidando dele, sabendo o que ele faz a cada minuto do dia.

Que parte de seu corpo você odeia?
Meus pés! E eu sou louca por pé! Já terminei relacionamento depois que vi o pé da pessoa (risos). Até passo a ter menos admiração por um amigo quando eu vejo que ele tem pé feio. Quando eu comecei a me interessar pelo Edson, um figurinista que trabalhou com a gente em Deus Nos Acuda colocava o personagem dele de sandália pra eu poder ver o pé. Era um golpe baixíssimo (risos)! Não tem uma parte do corpo do Edson que eu não goste. Talvez o pescoço, acho que podia ser um pouquinho mais longo. Ah, o pé do Edson é maravilhoso!

Gosta de usar salto alto, o Edson não fica baixinho?
Eu amo usar salto alto! O Edson tem 1,87 metro e eu tenho 1,80, ele não fica baixinho. Às vezes, dependendo do meu salto, eu fico um pouquinho acima dele, mas pouco, porque ele é muito alto.

Você é controladora? Gosta de tudo do seu jeito?
Eu sou controladora, sim. A casa é minha, gosto de dizer como tudo tem de ser feito. Estou numa novela, delego e tudo bem, mas eu quero saber como anda a minha casa, ter controle sobre aquilo que é meu, sobre meus filhos.

No início de A Favorita, se falou muito na personagem de Patrícia Pillar. E agora os holofotes viraram para você...
A novela tem duas protagonistas, são dois papéis importantes. Minha personagem assustou um pouco. Donatela é rústica, é pesada, tem uma coisa da pobreza, do peso. As pessoas estranharam.

De onde veio o jeito interiorano e angustiado de Donatela?
Eu me preparei com o Cacá Carvalho (55), que fez o Jamanta (em Torre de Babel, de 1998 e em Belíssima, de 2005). Ele é um coach (treinador de elenco) maravilhoso. Tiramos totalmente a Claudia Raia. O andar, o glamour, a elegância. Ficou uma coisa dramática, trágica. Acho que está dando certo.

Você e a Patrícia são amigas?
Muito! A gente se adora. Ontem nós passamos o dia inteiro juntas. Acho que ela está fazendo um lindo trabalho. Ela faz uma personagem que não dá nenhuma dica, é uma coisa introspectiva, pequena no sentido maior da palavra. A Mariana Ximenes (27) também está muito bem. Não tem esse momento ''roubar a cena'' nessa novela.

 

 

Uma tarde com Claudia...
SALA BRANCA

São 14h30 em São Paulo. Elevador, porta e uma enorme e moderna sala branca. Claudia ainda não chegou. Livro de Marilyn Monroe num canto, livro do pintor brasileiro Carlos Araújo em outro. No ambiente da TV, um projector e uma tela na parede. Retratos de Enzo e Sophia. Um pequeno forno a lenha redondo na varanda - será que Edson faz pizza ali?

ORGANIZADA
Um bilhete na copa exibe a letra redondíssima e fluida de Claudia, quase como as próprias curvas de seu primeiro nome. Pede para a empregada acordá-la. A organização de Claudia vai até o ponto de ter etiquetas compradas em Londres para grudar nas páginas de seus textos de novela. Uma fissura divertida nessa organização: a actriz vive perdendo a tal pasta de textos...

ELA ENGANA
Claudia chega! Cabelo preso de improviso por grampos, vestido cor-de-rosa leve, uma capa, salto alto e carrega sacolas - em uma delas, sapatos que comprou de presente para Mariana Ximenes. Óculos gigantes de diva, que ficam muito bem. Ela engana. Ao vivo, é alta, mas com jeito e graça de uma mignon. Acreditem...

ELÉCTRICA
Na varanda, com luz natural, ela já está sendo entrevistada enquanto faz a maquiagem. E responde até quando o maquiador está passando o dedo e um lápis em sua boca, ou quando está com o curvex perto dos olhos. Ela vai falando, falando...

QUEM É ELA?
''Eu não sou essa pessoa que vocês acham que sou'', diz enigmática. A resposta era sobre não se importar com grifes de roupas, mas algo sugere que é mais do que isso. Claudia soa como uma pessoa muito ligada à família e não como uma mulher célebre e independente, que poderia estar, ''por acaso'', em uma família. Ela brinca e diz que vai colocar Enzo e Sophia em Malhação, para toda a família ocupar a faixa de horário noturna da Globo.

LOGO MAIS, AVÓ
Claudia é mais bonita pessoalmente. Plástica? Diz que talvez faça nos olhos mais para a frente. Botox? Diz que é complicado e não quer ficar com ''cara de meia esticada''. Agora, ela é mãe de Mariana Ximenes... ''Não me apego às coisas da idade, mas isso do envelhecimento precoce dos papéis é muito verdade. Uma hora você é filha, na seguinte, mãe, e, logo em seguida, avó da Henriqueta Brieba (risos)!''

FONTES, NÉ?
Enquanto come algumas azeitonas, pois precisava de algo salgado, ela vê um pequeno ventilador hi-tech ligado no laptop do fotógrafo. Diz: ''Me dá?'', num tom ''já deu!''. Thomas, velho conhecido dela, lhe dá, claro. ''Vou chegar em casa como quem não quer nada com ele. Meus filhos e Edson acham que eu não sei nada de acessórios. Vão ficar espantados e perguntar: 'Onde você comprou?' Vou dizer: 'Tenho minhas fontes...'''

 

''Não durmo por causa da Donatela. Venho perdendo o sono desde que tudo isso começou. E não é porque a última semana foi forte - na verdade, a novela é que é forte (risos)! Mas vale a pena não dormir um ano por causa dessa personagem. Estou apaixonada por ela. Flora também é excepcional, mas prefiro Donatela. Já tive grandes papéis na minha carreira. Mas ela chegou no momento certo para mim, aos 41 anos e 25 de carreira. Donatela é uma jóia rara. Não vou passar máquina zero como dizem, talvez corte. Alguma mudança vai ter... Gravamos a cena da revelação de 22h30 às 4h. Foi uma loucura. Saí destruída (...) As pessoas nunca deixaram de gostar de Donatela. Havia a dúvida, mas, como ela é muito humana e carismática, apesar de ter dinheiro (algo imperdoável no Brasil), as pessoas sempre gostaram dela. Agora, elas me abraçam e ficam com pena, dizendo que tudo vai dar certo. Estão comovidas. Elas me ligam chorando. É muito legal... Uma reação bem diferente das que já vi em minha carreira. Até estrear, João (Emanuel Carneiro, 36, autor de A Favorita) deixou tudo muito dúbio. Uma semana depois que a novela estreou, ele revelou quem era quem. Antes, eu não sabia nada, não desconfiava (...) Enzo e Sophia às vezes me assistem, comentam. Desta vez teve até bolão em casa. Enzo acertou que a assassina era a Flora. As crianças ficaram felizes por não ser a Donatela. No dia da grande revelação, eu estava aflitíssima, não queria que Enzo e Sophia assistissem. Não é fácil. Mal ou bem é a mãe deles que está com uma arma na mão. Eles viram um pouco, mas sofreram, correram para o meu colo. Essas cenas fortes eu prefiro que eles não vejam.''

Foto: Claudia Raia - 2

Foto: Claudia Raia - 4

Foto: Claudia Raia - 5

Foto: Claudia Raia - 8

Foto: Claudia Raia - 12



publicado por Tititi às 11:00 | link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2008

Quem ganhou as votações deste mês foram a Claudia Raia e o Carmo Dalla Vecchia, a Donatela e o Zé Bob de A Favorita!

Actrizes:

  • Claudia Raia - 38%
  • Deborah Secco - 21%
  • Regiane Alves - 17%
  • Patrícia Pillar - 12%
  • Carolina Ferraz - 12%
  • Mônica Martelli - 0%

Actores:

  • Carmo Dalla Vecchia - 27%
  • Rodrigo Hilbert - 21%
  • José Mayer - 19%
  • Marcelo Faria - 14%
  • Humberto Martins - 10%
  • Caio Blat - 9%

Foto



publicado por Tititi às 14:39 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Últimas fotos da Mayana N...

Mayana Neiva na capa da M...

Atriz revelação: Mayana N...

Atriz revelação

Tititti estreia com boa a...

Tititi está a chegar!!

Novelas da tarde com boa ...

Gerson é pai de Fátima

Amanhã estreia Escrito na...

Revista Quem comemora 10 ...

comentários recentes
Tudo umas puta cretinas tinham é sim, que mamar em...
DO ATOR, EU SÓ GOSTO, MAS DAS MULHERES TESUDAS DA ...
UM VERDADEIRO TESÃO IRRESISTIVEL DE MULHER, ESSA T...
UMA TESUDAS IGUAL FEITO CUMU QUÉSSA DAI DOS FLÁVIA...
Essas mina, os ai de manueles das monti , como atr...
CA PRA NÓS, ESSA MANUELA DO MONTE, UMA DAS PIORES ...
SER DE UMAS BELAS MORENAS AI COMO ESSA MANUELA DE ...
TEU COMENTÁRIO TAR MUITOS FRAQUINHOS MEU AMIGUINHO...
MAS QUE MORENA DELICIOSA ESSA PRISCILA FANTIL MESM...
ESSA TESUDA MALUCA BELEZAS DA PRISCILA INFANTIL, T...
mais comentados
arquivos

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

links
Actores eleitos


tags

a favorita

alessandra negrini

alexandre borges

alinne moraes

ana paula arósio

antónio fagundes

ary fontoura

beleza pura

belíssima

bruno gagliasso

caco ciocler

camila pitanga

camila rodrigues

caminho das índias

caras e bocas

carmo dalla vecchia

carnaval

carolina dieckmann

carolina ferraz

cauã reymond

christiane torloni

christine fernandes

ciranda de pedra

cláudia abreu

claudia jimenez

cláudia raia

cléo pires

cobras & lagartos

dalton vigh

daniel de oliveira

daniele suzuki

danielle winits

débora falabella

deborah secco

desejo proibido

duas caras

edson celulari

elizabeth savalla

eterna magia

fábio assunção

fernanda lima

fernanda machado

fernanda montenegro

fernanda paes leme

fernanda vasconcellos

flávia alessandra

gianecchini

giovanna antonelli

glória menezes

grazi massafera

gustavo leão

henri castelli

ísis valverde

josé mayer

juliana paes

kayky brito

lázaro ramos

letícia birkheuer

lília cabral

malu mader

malvino salvador

manoela do monte

marcello antony

marcelo novaes

marcos pasquim

mariana ximenes

marjorie estiano

max fercondini

miguel falabella

murilo benício

murilo rosa

nathalia dill

negócio da china

nívea stelmann

o profeta

páginas da vida

paola oliveira

paraíso

paraíso tropical

passione

patrícia pillar

paula burlamaqui

pé na jaca

priscila fantin

rafael almeida

reynaldo

rodrigo hilbert

rodrigo phavanello

sete pecados

sic

suzana vieira

taís araújo

tarcísio meira

thiago lacerda

thiago rodrigues

tititi

tony ramos

viver a vida

vivianne pasmanter

wagner moura

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds